Tamanho do texto

A jovem conta como cortar carboidratos e fazer exercícios físicos a ajudaram a emagrecer. Para este ano, o objetivo é perder ainda mais peso; leia mais

Vanessa Flores cresceu em uma família que adorava comer arroz, feijão e tortilhas. Ela também consumia muitos alimentos processados , como batatas fritas, sanduíches e cereais. Cresceu acima do peso e, quando ficou mais velha, aos 26 anos, chegou a alcançar 135 kg. A solução foi seguir novos hábitos alimentares, incluindo a dieta cetogênica.

Vanessa Flores chegou a pesar 135 kg e, após seguir a dieta cetogênica no caminho, eliminou 61 kg; veja sua história
Reprodução/Instagram/vanessaleeflores
Vanessa Flores chegou a pesar 135 kg e, após seguir a dieta cetogênica no caminho, eliminou 61 kg; veja sua história

Nessa idade, a jovem, que possui um salão de beleza no Texas, nos Estados Unidos, conta, em depoimento ao site da revista Women's Health , que sentia vergonha do seu corpo. Ela tentou diversos métodos da moda, como substituir as refeições por shakes, por exemplo. Entretanto, sempre que emagrecia, acabava ganhando tudo de volta. Vanessa ainda não sabia, mas a dieta cetogênica , como ela conta , estava prestes a mudar sua vida.

Em 2013, após uma resolução de Ano Novo em que prometeu ser mais saudável e perder peso, a garota diz que decidiu seguir um cardápio vegano. Nos seis primeiros meses, eliminou 27 kg sem ir à academia, por ainda se sentir envergonhada com a aparência. Foi nessa época, inclusive, que começou a pesquisar sobre o impacto da comida em sua saúde mental e física.

Depois desse período, Vanessa lembra que ficou entediada com a dieta vegana, então passou a comer carnes e consumir menos carboidratos. Era a vez da dieta cetogênica. Até o momento, ela já havia aprendido a cozinhar e se alimentar melhor. Isso a motivou e mudou sua forma de fazer compras - comprava alimentos naturais no lugar dos processados.

Atualmente, o plano alimentar é feito dessa forma:

  • Café da manhã: ovos mexidos com bacon de peru;
  • Lanche da manhã: shake com proteína de caldo de osso, espinafre, biotina, pó de colágeno, pó de ferro, óleo de semente de linho, leite de coco sem açúcar e gelo;
  • Almoço: brócolis, salada e camarão ou tilápia;
  • Lanche da tarde: picolé de caramelo salgado, gelatina sem açúcar ou torresmo;
  • Jantar: atum e alguns legumes.

Vanessa também é, agora, adepta dos exercícios. Desde 2013, já foram 61 kg eliminados. No entanto, ela pretende emagrecer mais. A meta para 2019 é reduzir mais 9 kg. “Ganhei mais confiança e sinto que estou mais saudável do que nunca. Tenho 31 anos, mas com a sensação de 21. Sinto que, agora, posso fazer qualquer coisa”, declara. 

Afinal, o que é a dieta cetogênica?

Na dieta cetogênica, há o aumento do consumo de alimentos como bacon, enquanto os carboidratos aparecem menos
shutterstock
Na dieta cetogênica, há o aumento do consumo de alimentos como bacon, enquanto os carboidratos aparecem menos

A dieta cetogênica, também conhecida como dieta Keto , foi eleita pelo relatório anual US News and World Report como uma das três melhores para emagrecer rápido . Ela aparece em terceiro lugar e prioriza o emagrecimento através da queima de gordura. O objetivo é perder peso rapidamente e se sentir mais cheio com menos desejos, enquanto o humor, foco mental e energia são privilegiados. 

Os defensores dizem que cortar os carboidratos e, no lugar, consumir gorduras faz com que a pessoa entre em um estado chamado de cetose. É quando o corpo decompõe a dieta e armazena gordura corporal em substâncias chamadas cetonas. O sistema de queima de gordura vai depender dela e não de açúcar. 

Embora similar a outras dietas low carb , as restrições da Keto, cerca de 20 gramas de carboidratos líquidos por dia ou menos - dependendo da versão e a mudança deliberada em cetose - são o diferencial desta dieta cada vez mais popular no mundo e que trouxe os resultados desejados por Vanessa. 

Nela, alimentos ricos em gordura são essenciais, a proteína é moderada e os carboidratos são os vilões. Carne, bacon, ovos, peixe e aves com pele estão entre os alimentos permitidos, assim como espinafre, couve, alface, brócolis e pepino. Por outro lado, batatas e cenouras, pães e massas devem ser evitadas, assim como bebidas alcoólicas e açúcar. 

Apesar de ajudar a eliminar alguns quilos de forma rápida, a opção pode apresentar certos riscos à saúde em pessoas com problemas renais ou hepáticos,  gestantes ou mulheres em fase de amamentação, por exemplo. Alguns especialistas alertam que a dieta pode levar à perda muscular. 

Diante desse alerta, vale lembrar que, antes de decidir seguir a dieta cetogênica ou alguma outra, a recomendação é procurar um médico. Ele poderá avaliar e ver qual a melhor alternativa para você. De qualquer forma, a prática de  exercícios físicos ajuda a trazer resultados ainda mais satisfatórios. Escolha a sua atividade preferida e tenha determinação. Inspire-se em outros relatos e veja que é possível alcançar o peso desejado.

    Leia tudo sobre: dieta
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.