Tamanho do texto

Mudar alimentação e deixar de ser sedentária foram essenciais para Tigerlily

Dara Hayes é uma DJ australiana de 26 anos, mais conhecida como Tigerlily. Nesta semana, ela compartilhou uma foto “ antes e depois ” com seus seguidores que mostra como está com um corpo definido atualmente, diferente de alguns anos atrás, antes de duas mudanças que fez na sua rotina.

Leia também: Conheça o GRIT, treino intervalado de alta intensidade que te leva ao limite

Hoje com corpo definido, Tigerlily já sofreu com o
Reprodução/Instagram/djtigerlily
Hoje com corpo definido, Tigerlily já sofreu com o "efeito sanfona", algo que prejudicava sua vida de diferentes formas

Sem dúvidas, o dia a dia da DJ é caótico, já que ela não consegue manter a ideia dormir cedo, acordar cedo, comer apenas nos horários “certos” e tudo mais, já que muitas vezes precisa trocar o dia pela noite para se apresentar. Mas ela mostrou que mesmo assim é possível conquistar um corpo definido e/ou ter um estilo de vida mais saudável.

A definição do corpo, na verdade, foi consequência de mudanças de hábito importantes na vida da artista. “Eu costumava beber muito, comer comidas nada saudáveis em horários ruins pela noite (como 3h da manhã, depois dos meus shows) e não me exercitava regularmente. Porém, mudei duas coisas na minha vida, e meu corpo e minha mente mudaram consequentemente.”

Tigerlily revela que, agora, segue uma dieta vegana e que faz fortalecimento muscular  de três a cinco vezes por semana. Segundo a DJ, foram essas duas mudanças no dia a dia que geraram os efeitos que, hoje, pode ser sentidos internamente e vistos externamente.

Corpo definido foi consequência de mudanças

Para conseguir corpo definido que exibe hoje, australiana mudou hábitos alimentares e deixou de ter uma vida sedentária
Reprodução/Instagram/djtigerlily
Para conseguir corpo definido que exibe hoje, australiana mudou hábitos alimentares e deixou de ter uma vida sedentária

Em entrevista ao canal feminino do portal “Daily Mail”, a DJ contou que nem sempre manteve uma boa relação com a comida e até mesmo o próprio corpo. No ensino médio, por exemplo, ela sofria do chamado “efeito sanfona”, variando entre os 50 kg e 65 kg.

E a pressão que sentia para encontrar um equilíbrio passou a consumi-la de tal forma que ela precisou pedir ajuda da mãe para “deixar de ouvir as vozes em sua cabeça”, que apenas a alertavam sobre o corpo e atrapalhavam o rendimento escolar.

“Eu passei por hipnoterapia, algo que me ajudou tremendamente. Foi a melhor coisa que eu poderia ter feito naquela época. Mas o principal ponto sobre transtornos alimentares e de imagem é que a jornada de cada um é diferente. Isso significa que os diferentes tratamentos vão funcionar de formas diferentes para diferentes pessoas.”

Leia também: Afinal de contas, qual dieta saudável você deve fazer no seu dia a dia?

E além de ajudar a manter um corpo definido , o treino de fortalecimento muscular, para a DJ, também é importante para ajudá-la a evitar os pensamentos negativos sobre o próprio corpo. “Me fez sentir mais em forma, saudável e forte. Eu como muito mais agora porque meu metabolismo é muito mais acelerado, e eu também aparento estar mais forte e saudável. Isso realmente ajudou a minha saúde mental também.”

    Leia tudo sobre: Dieta
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.