Tamanho do texto

Após tratamento, Emily Brand conta que entrou na academia e voltou a sentir vontade de viver ao conhecer os treinos de levantamento de peso

Emily Brand, de 20 anos,  desenvolveu anorexia aos 11 anos de idade. Na época, a jovem conta que colegas de escola riam do seu corpo e isso a fez pensar que precisava emagrecer a todo custo. Para atingir o objetivo e não ouvir mais “piadinhas”, a moça passou a pular refeições e acabou ficando fraca. Em uma fase bem difícil, inclusive, Emily ficou dependente de uma cadeira de rodas e nem imaginava que a musculação poderia salvar sua vida.

Leia também: Mulher que sofria anorexia faz relato inspirador sobre transtorno alimentar

Após tratamento para anorexia, Emily teve a ideia de fazer musculação e acabou resgatando o seu amor à vida
Reprodução/Instagram
Após tratamento para anorexia, Emily teve a ideia de fazer musculação e acabou resgatando o seu amor à vida


“Eu comecei indo para o colégio sem tomar café da manhã, depois deixei de almoçar. Com 17 anos, eu já estava comendo só uma maçã por dia”, diz ela, que foi internada em uma clínica para tratar a anorexia, mas também precisou fazer acompanhamento com um psiquiatra. As conversas com o profissional, no entanto, abriram os olhos da jovem. Assim que recebeu alta do hospital, Emily conta que decidiu fazer musculação para ter sua vida de volta.

Leia também: Treinos de academia judam a aliviar sintomas da depressão, diz estudo

“Conheci o treinador de fisiculturismo Rob Reinaldo, mas ele disse que se eu não começasse a me alimentar da maneira correta, jamais me treinaria”, afirma ela. Em entrevista ao “Daily Mail”, Emily diz que se sentiu desafiada e resolveu seguir as dicas do personal para poder ser aluna dele. Aos poucos, ela passou a ingerir três mil calorias por dia e começou a ganhar peso.

Musculação levou a garota ao fisiculturismo

Para Emily, o treinador de musculação é um anjo da guarda. No Instagram, a moça posta vários textos de agradecimento
Reprodução/Instagram
Para Emily, o treinador de musculação é um anjo da guarda. No Instagram, a moça posta vários textos de agradecimento


Empolgada com os treinos da academia, Emily começou a sentir vontade de viver e se viu completamente curada da anorexia. Aos poucos, a jovem percebeu que levantar peso seria sua nova paixão e resolveu dar tudo de si para ser fisiculturista.

“Não consigo acreditar como a minha vida mudou de lá para cá. É incrível pensar que eu estava em uma cadeira de rodas em apenas três anos e agora estou amando a vida. Sinto-me mais forte e feliz porque o fisiculturismo ajudou a manter o meu corpo sob controle de uma maneira saudável”, celebra ela, que agora faz seis refeições por dia.

Leia também: Em apenas quatro meses, mulher de 48 anos vira fisiculturista

Para Emily, o segredo para superar a anorexia é encontrar algo legal para fazer e não desistir por causa das dificuldades. Agora, ela conta que faz questão de contar a sua história por onde passa e diz que é grata a Deus por ter pensado na musculação em um momento tão complicado. “Eu quero que outras pessoas vejam que há uma luz no fim do túnel”, garante.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.