A pele negra requer cuidados especiais; veja o que dizem os especialistas
Reprodução: Alto Astral
A pele negra requer cuidados especiais; veja o que dizem os especialistas




Novembro é considerado o mês da Consciência Negra . Nesta época, muitas discussões e dicas são realizadas em prol da população negra- uma delas é em relação ao cuidado específico com a pele negra. Para a fisioterapeuta e especialista em pele negra, Raíssa Santana, há um preconceito de que a pele negra aguenta tudo. "Nossa pele é boa, mas não aguenta tudo e merece cuidados como qualquer outra”, declara.


Especialistas apontam que por muito tempo foi repassado que a pele negra não necessitava de cuidados diários e que esta afirmação é um mito. Para a dermatologista Renata Vasconcellos, apesar da pele negra ter maior quantidade de melanina- que é uma proteína que faz uma proteção natural na pele, esta cor de pele também precisa de cuidados, tais como o uso do protetor solar para evitar manchas e câncer de pele. 

Vasconcellos ainda explica que a pele negra tem a tendência de ter mais manchas causadas pela exposição solar e ser mais oleosa, por isso os produtos oil free, secos e géis são recomendados. "Essa afirmação é um mito, a pele negra precisa sim de protetor solar, apesar de demorar mais para queimar que a pele branca”, aponta.

Já para Ariana Mendonça, médica com especialização em anatomia aplicada aos injetáveis na face, uma outra particularidade deste tipo de pele é que há uma  maior oleosidade no rosto, enquanto a pele do corpo fica mais ressecada. "Suas fibras de colágeno são mais densas, tornando a pele negra mais resistente aos sinais da passagem do tempo. Além disso, tem maior tendência à manchas, cicatrizes hipertróficas, queloides e até mesmo à despigmentação”, comenta.

A especialista em pele negra Raíssa Santana, diz que este mito ocorre por dois fatores. O primeiro devido a alta produção de melanina. Ela explica que a pele negra tem uma proteção natural contra o sol, porém mesmo assim, em contato com a luz solar, os melanócitos (células que produzem a melanina) são ativados. Em exposição excessiva, podem gerar queimaduras solares e manchas permanentes.

Portanto, ao mesmo tempo que ela tem sua autoproteção, ela também é muito sensível, após longa exposição. Outro fator que ajuda a divulgar este mito, para a especialista, vem do racismo estrutural. "A  informação correta não é divulgada, olham para os nossos corpos como fortes o tempo todo  e  o mito que pele negra não precisa de cuidados continua”, explica.

Visibilidade da pele negra

Leia Também

Leia Também

Desta forma, neste mês da Consciência Negra, para as especialistas é muito importante falar sobre a visibilidade da pele negra, principalmente, junto à indústria cosmética. Vasconcellos aponta que hoje em dia é mais recomendado o uso de protetor solar com cor para proteção contra melasma e manchas. 

Apesar disso, pessoas negras têm tido dificuldades em encontrar um protetor com cor que seja compatível com seu tom de pele. "No nosso país com uma população tão diversa, com vários tipos de tons de pele, é ainda mais necessário pensar sobre isso, em como atender a todos e servir bons produtos”, declara.

Ariana Mendonça aborda que, além da indústria cosmética, é necessária uma conscientização da classe médica como um todo. Um olhar mais atento às doenças mais comuns na população preta e as diferentes manifestações de patologias em sua pele. Para a especialista Cunha, respeitar a diversidade no Brasil significa respeitar as diferentes peles, cabelos e belezas. 

"Nós, profissionais, precisamos despertar a beleza de cada um. Uma rotina adequada de autocuidado é importante para nos valorizar e valorizar a beleza natural de cada um. Por isso que agora nós vemos muitas pessoas passando por transição capilar, onde vão deixando o alisamento de lado, para que venha o cabelo virgem e natural, com toda a sua beleza com cachos e ondulações”, finaliza.


Cuidados com a pele negra

  • Hidratação com uma rotina de skincare muito mais intensa e contínua, uma vez que tem uma tendência de ressecamento;

  • Lavar o rosto de 1 a 2x ao dia com sabonetes com propriedades anti-oleosidade, protetor solar e caprichar na hidratação da pele do corpo;

  • Produtos oil free, secos e géis; 

  • Beber bastante água diariamente para conservar a pele, ajudando a promover a produção de um colágeno natural com mais qualidade e usar protetor solar para evitar manchas solares.



    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários