Pode tomar refrigerante durante a gravidez?

O melhor a fazer é substituir as bebidas gaseificadas por sucos naturais

iG São Paulo

Stefan
Refrigerante: não é proibido, mas médicos recomendam bebidas mais saudáveis

Grávidas podem tomar refrigerante, mas com cautela. Não há uma contraindicação ao refrigerante, exceto nos casos de gestantes com diabetes. No entanto, os médicos lembram que existem alternativas muito mais saudáveis para este período, capazes de oferecer nutrientes importantes para a mãe e para o bebê.

Leia mais: Gravidez semana a semana

A nutricionista da Universidade Federal de Pelotas Carla Alberice Pastore explica que a bebida ainda tem a desvantagem de aumentar o desconforto gástrico durante a gestação. “O desconforto piora com o consumo de bebidas gaseificadas – isso inclui a água mineral com gás – já que azia e refluxos são muito frequentes na gestação”. Além disso, segundo o nutrólogo José Alves de Lara, o consumo exagerado da bebida pode predispor a gestante a doenças como osteoporose e anemia, por causa da cafeína.

Debora Rodrigueiro, do departamento de Morfologia e Patologia da PUC-SP, lembra que o consumo de refrigerantes pode aumentar os riscos da diabetes gestacional. “A gravidez exige demais do metabolismo da mulher, o que faz com que os refrigerantes de cola não sejam bem absorvidos pelo organismo feminino neste período. A consequência disso é semelhante ao uma dieta cheia de açúcar: prejuízo para as células produtoras de insulina no pâncreas”.

Saiba tudo que a grávida pode ou não pode fazer durante a gestação

Leia também

Grávidas podem comer comida japonesa?

E carne mal passada?

E salada "crua" em buffets?

Pode beber cerveja preta durante a gravidez?

E vinho?

E café?

E adoçante?

Excesso de refrigerante vai além da celulite

    Leia tudo sobre: pode ou não poderefrigerantegravidezalimentação

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG