Investir na distração é uma das recomendações de pediatras norte-americanos para cortar o hábito da criança

Chupar o dedo: reprimir o ato não ajuda a criança a largar o hábito
Getty Images
Chupar o dedo: reprimir o ato não ajuda a criança a largar o hábito
Geralmente as crianças deixam de chupar o dedo com o tempo. Mas, se a prática parece se prolongar demais, algumas medidas podem ser tomadas para estimular a criança a abandonar o hábito.

A Academia Americana de Pediatria oferece as seguintes sugestões:

  • Não provoque, castigue ou fale de forma rude com seu filho por ele chupar o dedo.
  • Quando a criança não estiver com o dedo na boca, diga palavras de elogio e reconhecimento.
  • Encontre maneiras de entretê-la e distraí-la se ela chupa o dedo para espantar a monotonia.
  • Converse com o pediatra ou dentista do seu filho sobre a possibilidade de usar algum dispositivo bucal para tornar o ato de chupar o dedo desconfortável.

[]