Depois de passar por tratamentos médicos, Amy Hildebrand consegue ver algumas cores, formas e sombras; veja algumas das fotos

selo

A fotógrafa americana Amy Hildebrand nasceu cega por causa do albinismo. Na infância e na adolescência, ela passou por tratamentos médicos e passou a enxergar algumas cores, formas e sombras. Apesar das limitações de sua visão, Amy optou por se graduar em fotografia.

Mais: 25 fotógrafas contemporâneas para ficar de olho

Em 2009, a fotógrafa iniciou um projeto de publicar mil fotos em mil dias no blog With Little Sound . A cada 30 dias, ela escreve um pequeno texto no site.

"Eu quero me refletir como uma só pessoa; alguém que vai crescer, ter filhos, envelhecer e morrer. Nem todos os meus dias serão bons, nem todas as minhas fotos serão boas, mas elas irão me refletir", Amy escreveu em um dos textos do blog.

"Para mim, o período mais dificil de fotografar foi quando meu padastro foi diagnosticado com câncer terminal. Mas, depois de sua morte, tentei ser o mais positiva possível", disse à BBC Brasil.


Continue lendo:
- O olhar feminino na fotografia
- Os 32 gatos mais bonitos do Brasil
-
A participação das mulheres ajuda a criar um mundo melhor?

>>> Assine a Newsletter , curta nossa página no Facebook e siga o @Delas no Twitter <<<

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.