Ney Matogrosso, Mariana Ximenez e Arlete Salles participam de campanha pela legalização da união entre pessoas do mesmo sexo

A luta pela legalização do casamento civil entre pessoas do mesmo sexo acaba de ganhar um reforço de peso. Um grupo grande de artistas de diversas áreas gravou vídeos apoiando a causa. Os depoimentos de pessoas como Sandra de Sá, Mariana Ximenez e Arlete Salles, entre outros famosos, fazem parte da campanha "Eu Sou", que pede a aprovação no Congresso Nacional de uma proposta de emenda constitucional (PEC) que dê garantias legais aos casais gays. 

Na série de vídeos, os artistas vestem camisetas brancas que levam a inscrição “Casamento Civil Igualitário”, que é justamente o nome da PEC. Em seu depoimento, o cantor Ney Matogrosso conclama: “Os mesmos direitos com os mesmos nomes”. Já a cantora Zélia Duncan levanta uma questão. “O mundo precisa de amor. É muito louco que alguém possa ser contra o fato de duas pessoas se amarem”, indaga Zélia.

Liderada pelo deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ), a campanha também começa a recolher a partir desta sexta-feira (13) assinaturas num abaixo-assinado favorável à PEC. A emenda propõe que as uniões gays tenham as mesmas garantias constitucionais dos casais heterossexuais. No texto atual, a constituição brasileira só reconhece a união familiar entre um homem e uma mulher.

Apesar disso, tribunais brasileiros têm tomado decisões favoráveis aos casais gays. Alguns homossexuais, por exemplo, conseguiram colocar seus parceiros como dependentes nos seus planos de saúde.















>>> Assine a Newsletter , curta nossa página no Facebook e siga o @Delas no Twitter <<<

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.