Humildade e persistência são duas das mais importantes lições que um insucesso pode trazer. Conheça outras

Muitas das grandes habilidades da vida são desenvolvidas sobre o aprendizado com os erros
Thinkstock/Getty Images
Muitas das grandes habilidades da vida são desenvolvidas sobre o aprendizado com os erros

Quando avaliamos que cometemos um erro, inevitavelmente somos tomados pela pesada sensação de fracasso. No entanto, falhas geradas por atitudes impulsivas ou até mesmo por fatores externos devem ser vistas como lições: elas aperfeiçoam a maturidade e fortalecem a autoconfiança para que se possa "errar menos" no futuro.

"Uma desilusão, uma sociedade dissolvida, um rompimento amoroso, um planejamento que foge do nosso controle são situações que nos colocam à prova diariamente", explica o psiquiatra Douglas Motta Calderoni.

"Muitas habilidades em nossas vidas são desenvolvidas exatamente sobre o aprendizado com os erros", avalia.

Você é mais forte que seus problemas? Faça o teste e descubra!

Não há prazo de validade para a velha máxima "vivendo e aprendendo". No entanto, é importante olhar para próprias falhas com cuidado para não usar a autocrítica em excesso.

"A lição oferecida pelo fracasso é sempre a possibilidade de aprender com os erros para que possamos errar menos no futuro", diz a psicóloga Marisa de Abreu, ressaltando que usa a expressão "errar menos" para que as pessoas não considerem desejável a busca pela perfeição.

"Como sabemos, (a perfeição) não existe e devemos aprender a conviver com o imperfeito, porém real."

Ao perceber que os planos e a realidade não estão em sincronia, o ato de se dar uma nova chance pode resultar em situações melhores e ainda mais surpreendentes.

"Reclamar demasiadamente e se colocar como vítima não acrescentará em nada e não mudará a situação. As coisas podem não sair do jeito esperado, e, às vezes, podem ser até ser melhores. Prepare-se para aprender com os erros e a persistir", aconselha Calderoni.

Veja a seguir as principais lições que você pode aprender com o fracasso, segundo os especialistas consultados: 

1. Independência:  o fim de um relacionamento, por exemplo, pode trazer sofrimento, mas depois nota-se que é possível ser feliz sem depender de uma única pessoa.

2. Ponderação:  desenvolver uma análise mais apurada antes de agir por impulso ajuda, por exemplo, a para saber se você está comprando algo mais por carência afetiva do que por necessidade real.

3. Eficiência:  quando o desempenho em um processo seletivo é abaixo do esperado, é o fracasso que ensina a parar e analisar se a forma de estudo está correta, para assim recomeçar de outra maneira.

4. Sensatez:  o fim de um relacionamento é sempre a chance de reavaliar valores e pensar sobre que tipo de pessoa desejamos para partilhar a vida.

5. Precaução:  atitudes que culminam em erros e resultados negativos, servem para nos deixar mais cautos no futuro.

6. Respeito às escolhas pessoais: Fazer algo só porque está na moda pode levar a um fracasso, mas serve para 'que consigamos identificar o que realmente nos diverte e motiva', diz Marisa.

7. Persistência:  pessoas de grande destaque já sofreram ou sofrem derrotas todos os dias. A diferença é o que cada um faz com isso: desistir ou se esforçar para atingir o objetivo?

8. Autocuidado:  fumar demais, beber demais e ficar doente ensina que sem cuidados essenciais para o corpo é mais difícil viver pelo tempo que desejamos.

9. Criatividade:  quando o planejamento traçado não é efetivo, é momento de buscar novos recursos, pensar em novas estratégias e buscar apoio de pessoas diferenciadas.

Insucesso: resultados negativos sempre ensinam lições valiosas
Thinkstock/Getty Images
Insucesso: resultados negativos sempre ensinam lições valiosas

10. Perdão:  fracassos que envolvem atos ruins ou até mesmo ilícitos, podem gerar baixa autoestima. "Ajudar grupos de pessoas necessitadas pode ser a lição ideal para quem precisa se perdoar", diz Marisa.

11. Tolerância:  fracassos ensinam que as pessoas não mudam pelos outros. É preciso aceitar o jeito de cada um e buscar e aproveitar as melhores características, relevando o que for ruim sempre que possível.

12. Fortaleza:  acreditar que o fim de um namoro, uma demissão ou doença são superáveis é a grande lição de todo fracasso. 'Com isso nos moldamos e aprendemos a viver de forma diferente daquela que achávamos que era a única correta', diz Calderoni.

13. Humildade:  o que foi planejado nem sempre sai conforme o desejado e ninguém sabe tudo ou pode controlar absolutamente tudo.

14. Otimismo:  todo mundo em algum momento da vida vai fracassar. Entender isso já é metade do caminho para encarar os problemas de forma mais positiva.

Leia mais no Delas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.