Série online de desenhos convida à reflexão sobre temas como sexualidade, aparência, aborto e assédio sexual

Série de desenhos convidam à reflexão sobre sexualidade, aparência, aborto e assédio sexual
Reprodução/Carol Rossetti
Série de desenhos convidam à reflexão sobre sexualidade, aparência, aborto e assédio sexual

Pequenas (ou grandes) opressões cotidianas impostas ao gênero feminino jamais deveriam passar despercebidas. Por ninguém. Partindo dessa premissa, a ilustradora e designer gráfico mineira Carolina Costa Rossetti, de 26 anos, decidiu agir.

Munida de nanquim, lápis de cor e papel craft, ela passou desenhar e postar na internet ilustrações que falam de mulheres e às mulheres que sofrem algum tipo de violência, seja ela física, psicológica ou moral.

“É a pressão para ser bonita e se encaixar em um padrão irreal; é a cantada de rua, que nos constrange e intimida; é a culpabilização da vítima em casos de estupro e violência doméstica; é uma expectativa limitadora do nosso comportamento apenas por causa do gênero”, exemplificou a artista em entrevista ao Delas .

“A nossa cultura é muito machista, e nem sempre isso é explícito. Acho que muitas vezes as próprias mulheres não percebem o quanto as pequenas situações as afetam de forma negativa e têm um impacto forte a longo prazo.”

Por meio das ilustrações, acompanhadas por frases curtas e cheias de reflexão, Carolina acredita ter encontrado uma forma direta, simples e amigável de convidar ao debate e de mostrar que é preciso repensar a realidade. E inspiração não falta.

“Algumas situações aconteceram comigo, outras com amigas minhas, e outras eu li em relatos na internet. Agora, vários leitores me mandam sugestões em mensagens privadas, já tenho uma lista enorme de temas a serem abordados”, conta a designer, que já tem planos de, no futuro, transformar a iniciativa em um livro.

Veja na galeria a seguir algumas ilustrações de Carolina:



Leia mais notícias no Delas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.