Como cuidar da pele no verão e conquistar um visual dourado digno de celebridade

É na temporada primavera-verão que começa a corrida em busca do bronzeado perfeito. As mulheres querem aproveitar o sol para conquistar um tom de pele dourado e sem vermelhidão. Celebridades como Sabrina Sato, Grazi Massafera e Juliana Paes fazem inveja quando fotografadas de biquíni na praia: além do corpão, exibem uma cor natural e invejável. Mas para chegar lá sem estragar a pele não basta deitar na areia: é preciso ter alguns cuidados antes, durante e depois da praia ou piscina. Confira nosso guia do bronzeado.

Grazi aproveita o dia de sol para manter o bronzeado em praia carioca
Ag News
Grazi aproveita o dia de sol para manter o bronzeado em praia carioca

A proteção solar é o mais importante cuidado com a pele no verão. “O filtro tem que estar sempre presente e precisa ser reaplicado a cada duas horas ou após um mergulho na água”, lembra a dermatologista Maria Aparecida do Nascimento. O procedimento vale mesmo para os dias nublados.

O horário apropriado para tomar sol e ter um bronze saudável é antes das onze horas da manhã e após às quatro da tarde. Para quem fica escondida embaixo da barraca de praia, a especialista ressalta que a cobertura não é suficiente para proteger dos raios solares, que refletem na areia e na água. Se for inevitável ficar na praia no meio do dia, os cuidados precisam ser redobrados para reduzir os efeitos nocivos do sol.

Antes do sol
Uma esfoliação ajuda a deixar a pele suave e homogênea antes da exposição solar. O procedimento pode ser feito no salão ou em casa, uma vez por semana. “Ela retira as células mortas e garante que o bronzeado fique uniforme, sem manchas”, explica Luciana Nemr, esteticista da clínica Beauty House em São Paulo.

Os nutricosméticos potencializam o bronze e podem dar uma mãozinha para quem deseja ganhar cor. A maioria das cápsulas, que devem ser ingeridas uma vez ao dia, contém vitamina E e betacaroteno na formulação, responsáveis por acentuar o pigmento e hidratar. “Eles aceleram a subida da melanina e o betacaroteno faz bem para a pele. Mas se tomar demais fica com a palma da mão amarelada”, alerta Maria Aparecida.

Mirella Santos pega uma cor na praia da Barra da Tijuca, Rio de Janeiro
AgNews
Mirella Santos pega uma cor na praia da Barra da Tijuca, Rio de Janeiro

Chegar na praia depois de um longo inverno longe do sol pode ser incômodo. Quem não quer ser a única branquela na areia pode adiantar o escurecimento da pele com aplicação de jet bronze ou creme autobronzeador. O primeiro procedimento é em spray com resultado imediato que estimula a produção de melanina e dura até sete dias. Já o creme pode ser aplicado em casa, como um hidratante, mas tem efeito gradativo.

Como escolher o protetor
O fator de proteção (FPS) ideal depende do tom natural e tipo de pele. Antes de escolher o produto que vai para a bolsa de praia é recomendado fazer um diagnóstico médico. “Geralmente, peles claras ficam na faixa do 60 FPS, pele morena em torno de 30 e escura 15”, diz o dermatologista Alexandre Filippo. Para Maria Aparecida, o protetor não deve ser escolhido na gôndola da farmácia ou sem orientação. “O filtro solar é diferente do bloqueador. O primeiro, como o nome já diz, tem um filtro químico para impedir os raios solares. Já o bloqueador faz um filme na pele e reflete”, explica ela.

VEJA A NOSSA SELEÇÃO DE PRODUTOS PARA O VERÃO

Creme, gel, espuma ou spray? O formato do protetor não influencia na sua eficácia, mas interfere na textura da pele. Loções ou cremes são mais adequados para normal ou seca, enquanto o gel ou produtos com toque seco são ideais para pele oleosa. Vale escolher o que for mais fácil de espalhar uniformemente.

O protetor labial também é importante para não deixar a boca ressecada ou queimada. Em forma de bastão, algumas marcas oferecem sabores e FPS variados.

O grande vilão do bronzeado perfeito é a pressa, as fórmulas caseiras e óleos para acelerar o escurecimento da pele. Em vez de tom dourado, o resultado final é uma queimadura. “Com filtro solar a pessoa pode não voltar da praia muito morena, mas também não vai ficar um ‘camarão’”, diz Maria Aparecida. A radiação ainda pode ocasionar efeitos de longo prazo, como câncer, rugas, envelhecimento, perda de brilho e manchas (escuras ou claras).

Cor dourada por muito tempo
Depois de conseguir um bronzeado saudável, outro desafio do verão é manter a cor dourada por vários dias. “Hidrate muito!”, sugere Luciana. Os cremes ajudam a recuperar a quantidade necessária de água para a pele, evitando que ela descasque ou fique ressecada após o sol. “Se possível, continue tomando sol da manhã ou do final de tarde, de duas a três vezes por semana. Em torno de 15 ou 30 minutos é ideal’, ensina Alexandre.

Especial Verão:
Coxas descoloridas como as de Galisteu
Trança é opção elegante para os cabelos no verão
Maquiagem: duas ideias para a primavera-verão
Os esmaltes que vão ditar tendência no próximo verão

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.