Da melhor hora até o que jamais dizer, especialistas descrevem uma discussão de casal bem feita em dez passos

Os especialistas são unânimes: todos recomendam expressar a insatisfação no relacionamento dialogando. Mas como fazer isso? Qual a melhor hora? O que dizer? Como não transformar a conversa em barraco? O Delas conversou com quem entende do assunto para saber como travar a boa briga – ou fazer a D.R. chegar a algum lugar.

Para a
Getty Images
Para a "boa briga", é preciso esperar o momento e não perder o foco

1. Espere o momento: “Quando a relação começa a apresentar um desconforto, é hora de conversar”, explica Magarete Volpi, terapeuta de casais. Detectado esse incômodo, a parceira pode tomar a iniciativa. “Chame-o para uma conversa e pergunte qual o melhor momento, pois precisa de 100% da atenção dele”, ensina Margareth Signorelli, coach de relacionamentos.

2. Trate o conflito com amor: Segundo Volpi, os maiores motivos de conflitos entre os casais são liberdade, fidelidade, educação dos filhos, problemas financeiros e a maneira como um trata o outro. Não importa o ponto discutido, a chave é não perder o afeto. “Se um casal faz tudo com afeto, do sexo às idas ao cinema, por que não tratar destes pontos com carinho?”, indaga a especialista.

Posto isso, é necessário descobrir em que momento da relação surgem esses conflitos. Explicar ao parceiro em quais situações aparece o constrangimento e tentar buscar na relação o que pode ser feito.

Leia também: na prática, o poliamor é mais difícil

3. Não procure um culpado: “Não tem que procurar um culpado, tem que procurar solução”, diz Volpi. A terapeuta alerta para um dos maiores erros numa discussão: começar as frases com “você isso, você aquilo” e outras expressões que buscam culpar.

4. Ouça: A briga ruim é aquela que duas pessoas falam ao mesmo tempo e ninguém se entende. Já numa boa discussão, os parceiros se escutam. Escutar o outro é sinal de educação e evita-se falar alguma coisa que não vai ter mais volta. “Se ele quer falar, ouça. Se você ouvir, não está pensando no que dizer. Ele fala tudo o que quer e você presta atenção, sem julgar. É respeitoso”, ensina Signorelli. Às vezes, escutando o outro, pode-se mudar de opinião.

Na dúvida, antes de falar demais, pergunte a si mesma:
Getty Images
Na dúvida, antes de falar demais, pergunte a si mesma: "o que vou ganhar levantando este assunto?"

5. Coloque-se no lugar do outro: Ele está enciumado porque a mulher ficou a noite inteira conversando com um amigo. Segundo Signorelli, em situações como esta é essencial se colocar no lugar do outro. “Entenda que ele tem todo o direito de se sentir traído e diga que não se sentiria bem se ele fizesse a mesma coisa com você”, sugere. O mesmo raciocínio vale se o rapaz tivesse passado a noite inteira de conversinha com a amiga dela.

6. Não perca o foco: É muito comum casais começarem conversando, acabarem berrando e nem lembrarem porque começaram a discutir. “Não pense em vencer a discussão, pense em terminá-la bem. Os dois só vão se entender se souberem onde querem chegar com aquela conversa”, explica Signorelli. Então, vocês estão discutindo por quê? Terminar o relacionamento? Abrir mão de alguma coisa? Ciúmes? Dinheiro?

7. Controle suas palavras: Algumas táticas devem ser evitadas numa discussão, como as acusações mútuas. Mas há também aquelas coisas que jamais devem ser ditas. Se o parceiro tem dificuldades de ereção, jogar isso na cara dele, para Signorelli, é “falta de ética”. Quando estiver na dúvida se deve dizer algo ou não, se pergunte antes: “o que vou conseguir falando nesse assunto?”.

Teste: seu amor é seu melhor amigo?

8. Bata o pé: Somos todos sujeitos a mudar de opinião. Mas há questões pessoais em que é preciso bater o pé. “Você até respeita a escolha do outro, mas não concorda com ela”, diz Volpi, ressaltando que é preciso deixar seus princípios de vida bem claros na discussão.

9. Abrace a boa discussão: Discordar, discutir, defender opiniões: tudo isso pode ser muito positivo. “O casal deve aprender com os conflitos e diferenças. Entender que eles aumentam a intimidade e o conhecimento de um sobre o outro”, conclui a terapeuta de casais.

10. Peça tempo: Ao perceber que está perdendo o controle, peça um tempo para ele e continuem a discutir quando estiver mais calma.

Faça o teste: seu relacionamento perdeu o brilho?

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.