Olivia Rodrigo
Reprodução
Olivia Rodrigo

A cantora norte-americana Olivia Rodrigo, usou um momento de seu show em Washington, DC, na noite de quinta-feira, para manifestar o seu apoio ao aborto. Atualmente a Suprema Corte dos Estados Unidos está debatendo a derrubada do direito de escolha reprodutiva. 

"Eu não poderia deixar passar a oportunidade de falar sobre como estou de coração partido com a possível decisão da Suprema Corte de derrubar Roe vs. Wade", fala a cantora, se referindo a lei de 1973, que reconheceu o direito constitucional ao aborto.

Olivia também prosseguiu defendendo liberdade reprodutiva das mulheres e o domínio sobre os seus próprios corpos. Convocando outras mulheres a se manifestarem também.

“Quando uma mulher nos diz que seu corpo nunca deve estar nas mãos de políticos”, continuou Rodrigo, “espero que possamos levantar nossas vozes para proteger nosso direito de ter um aborto seguro, que é um direito, que tantas pessoas antes de nós, trabalham muito para conseguir”, finaliza. 

Ela não é a única a se pronunciar sobre o assunto, diversas celebridades e pessoas de influência tem se levantado em favor da causa. Entre elas o Diretor-geral da Organização Mundial da Saúde, OMS, também se manifestou. Em seu Twitter, Tedros Adhanom defende que o "O acesso a um aborto seguro pode salvar vidas".

Na sua postagem, ele argumenta que as mulheres devem ter autonomia sobre os seus corpos e sua saúde. Relembrando que a proibição ao aborto não diminui os casos, mas apenas coloca a vida de mulheres em risco. 

"Restringir o acesso ao aborto não reduz o número de procedimentos. A restrição leva mulheres e jovens a recorrerem a procedimentos perigosos", escreveu Tedros Adhanom Ghebreyesus em seu post. 

De acordo com informações divulgados pela OMS, o procedimento feito de forma não segura, é responsável pela morte de 39 mil mulheres por ano ao redor do mundo. Esses dados também revelam que às principais vitimas são as em situação de vulnerabilidade, tendo continentes como Ásia e África as maiores taxas.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários