Alto Astral

Saúde oral dos bebês: 3 dicas cruciais para lidar com essa fase
Reprodução: Alto Astral
Saúde oral dos bebês: 3 dicas cruciais para lidar com essa fase

Os bebês requerem muitos cuidados, principalmente quando se fala em alimentação e saúde. Além de serem totalmente dependentes, a fase é marcada por mudanças e novas descobertas. Dessa forma, engana-se quem pensa que as medidas só devem ser tomadas na introdução alimentar ou quando nascem os primeiros dentinhos, por exemplo.

A saúde oral precisa de atenção desde o nascimento, tanto para prevenir doenças e condições, como para manter hábitos necessários de higiene. No entanto, essa tarefa pode parecer difícil, visto que o bebê ainda não entende o que está acontecendo e, provavelmente, se mostrará incomodado.


Nessas horas, nada melhor do que contar com especialistas para tornar o momento mais fácil e ter certeza de que está fazendo tudo da forma correta, não é mesmo? Por isso, listamos 3 dicas cruciais para manter a saúde oral do bebê e facilitar esses cuidados com o apoio da MAM Baby - líder mundial em produtos para bebês. Confira!

1 - Saiba a hora de iniciar os cuidados

Como dito anteriormente, a inclusão das práticas de higiene bucal devem acontecer ainda que os dentes não tenham nascido, não só pela saúde da boca e gengiva, mas também para que essa limpeza já vá se tornando um hábito presente na vida do bebê.

A frequência dependerá da alimentação. Para os que se alimentam de leite materno, não é preciso limpar diariamente, mas deve-se sempre prestar atenção: se notar uma crosta na língua, pode ser necessário fazer uma limpeza específica da superfície com produtos indicados para isso. Enquanto para os que já usam fórmulas, o ideal é realizar a higienização diariamente, principalmente por conter açúcar no alimento.

Além disso, é fundamental limpar também os produtos utilizados com água e sabão neutro para evitar a proliferação de bactérias e o contato com a boca do bebê. Então, não se esqueça dessa parte!

Você viu?

2 - Utilize produtos específicos

O ideal é que os pais optem por utilizar produtos que sejam especiais para bebês, pois possuem os requisitos necessários para a fase. Assim, vale investir em escovas de dentes e mordedores na hora da higiene bucal, pois eles tornarão o momento mais fácil e reduziram possíveis riscos, já que são específicos para isso.

Esse investimento trará ainda outros benefícios para a saúde oral do pequeno, como amenizar a coceira, higienizar e estimular o movimento da mordida e evitar a proliferação de bactérias quando a criança leva objetos não higienizados à boca.

3 - Traga diversão para o momento de higiene

A higienização é, sim, uma obrigação, mas nem por isso precisa ser um momento chato ou incômodo para o bebê. Mostrar para ele que essa parte da rotina é divertida ajudará a diminuir sua resistência contra a escovação, o que facilitará o processo para ambas as partes. Então, traga fantasia para a hora dos cuidados bucais: aposte em contar histórias, cantar músicas e até mesmo fazer brincadeiras! Essa estratégia vale também para crianças maiores que ainda encaram a escovação como um problema, viu?

Além das dicas, lembre-se sempre de consultar o pediatra ou o odontopediatra caso algo incomum surja ou o momento de higiene bucal seja muito difícil para receber a melhor orientação sobre o que fazer!

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários