Alto Astral

Quais são os maiores erros de quem busca procedimentos estéticos faciais
Reprodução: Alto Astral
Quais são os maiores erros de quem busca procedimentos estéticos faciais

Buscar alternativas para mudar algo na aparência, quando se está insatisfeito, parece uma boa solução para a baixa autoestima . Além de tratamentos com dermocosméticos e truques de maquiagem, muita gente prefere opções mais definitivas e recorre aos procedimentos estéticos .


Em 2020, o Brasil tornou-se o país que mais realiza cirurgias plásticas no mundo. A Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética (ISAPS) divulgou uma pesquisa em dezembro de 2019, a qual mostrava a realização de mais de 1 milhão de cirurgias plásticas pelos brasileiros. Além disso, houve também 969 mil procedimentos estéticos não cirúrgicos. Estando em primeiro no ranking, a população precisa estar cada vez mais informada sobre o assunto.

Dra. Roberta Padovan, médica pós-graduada em dermatologia e medicina estética, conta que a maioria dos pacientes que procura consultórios médicos para tratar sinais de envelhecimento têm uma ideia errada do que os métodos podem fazer por sua pele .

A ideia de que você sairá da clínica com outra aparência por crer que tais métodos farão milagres na aparência é equivocada. "Quando a intenção é alterar diversos aspectos do rosto, é indicado uma conversa com o médico para verificar a possibilidade de combinar mais tratamentos, de modo a alcançar um resultado melhor, mas não milagroso", explica a especialista. Ela relembra também que os procedimentos bem feitos sempre ficarão com aspecto natural.

A noção de tempo também um fator decisivo nessa escolha. Segundo a dermatologista, demorar demais para procurar alternativas para sinais de envelhecimento da pele exigirá técnicas que, apesar de mais agressivas, talvez não conseguirão chegar a um resultado satisfatório. Ao passo que procurar tratamento preventivo é mais eficaz.

Ainda sobre a importância do tempo, é importante estar consciente que os efeitos alcançados não durarão para sempre. Dra Roberta ressalta que métodos de preenchimento , por exemplo, têm um prazo de validade, sendo necessária uma manutenção da técnica para que o efeito perdure.

Você viu?

Outro ponto, é compreender que a eficácia depende também do que virá depois. Os cuidados com a face e o corpo tornam-se ainda mais importantes, pois são imprescindíveis para manter os resultados obtidos e garantirem sua duração. Além de limpar, hidratar e proteger a pele com produtos adequados ao seu tipo, a especialista em estética ressalta. "Não esqueça também de ter uma boa alimentação, bem equilibrada, pois isso garante que os nutrientes, minerais e vitaminas abasteçam as células para produzir colágeno e conferir ação antioxidante", afirma.

Apesar de rugas e flacidez serem as maiores queixas, há outras evidências de envelhecimento menos conhecidas, como a ponta nasal caída. "Para corrigi-lo é preciso submeter-se à rinoplastia, ou seja, fazer alterações estruturais no osso e cartilagem através de pequenas incisões no nariz ou até mesmo ao redor da narina (com anestesia geral)", conforme indica o Dr. Paolo Rubez, membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, especialista em Rinoplastia Estética e Reparadora.

Com base em um estudo publicado pelo periódico Aesthetic Surgery Journal, o médico explica: "É um procedimento que a maioria das pessoas não considera como ferramenta para o rejuvenescimento, mas esse estudo mostrou que a rinoplastia, ou cirurgia plástica do nariz, pode fazer uma mulher parecer até três anos mais jovem".

Querer buscar sempre aquela que julga ser melhor versão de si mesmo e sentir-se feliz ao olhar-se no espelho não são atitudes erradas. Pelo contrário, o que realmente importa é o bem-estar e a qualidade de vida. No entanto, entender o envelhecimento e seus sinais como um processo natural da vida é essencial.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários