Tamanho do texto

Suposto convite foi postado em um fórum aberto no Reddit e deu o que falar

Não é novidade que uma sogra nem sempre tem um bom relacionamento com a nora, mas, para o azar dessa noiva, a mãe do companheiro fez questão de deixar clara a insatisfação com a união do filho ao criar um convite de casamento bem, digamos, peculiar.

Leia também: Noiva esquece que microfone estava ligado e faz confissão vergonhosa no altar

sogra faz convite de casamento bem honesto e detona nora: arrow-options
Reprodução/Reddit
A sogra não poupou críticas ao casamento e deixou claro que está na torcida para a união não durar muito

convite de casamento com dose extra de sinceridade foi compartilhado em um fórum aberto do Reddit e virou notícia no site britânico DailyStar

No cartão, a sogra se refere à nora como "vagabunda barata". "Você está, infelizmente, convidado para o casamento entre meu filho perfeito, o médico, e uma vagabunda barata que não vale nada, cujo nome me fugiu agora", inicia o convite.

Leia também: Convidada rouba a cena em casamento e atrapalha entrada da noiva; assista vídeo

A sogra prossegue com as lamentações: "O maior desastre da história da minha família será às 21h de sábado, 8 de setembro", complementa ela. Como se isso não fosse o suficiente, a mãe do noivo não esconde que está na torcida para o casamento dar errado.

"Sem dúvida terminará em divórcio. Espero que dê tempo de ser elegível para uma anulação. A decepcionante e avassaladora cerimônia será seguida por um jantar, onde nozes serão servidas porque a mulher cujo nome eu não lembro tem alergia", finaliza.

Leia também: Pouca comida e live na web: convite de casamento rico em detalhes dá o que falar

De acordo com o site britânico, alguns usuários do Reddit ficaram chocados com o que viram. "Isso é falso, se fosse real, seria terrível", diz um usuário da rede social. Teve gente que ignorou as ofensas e se preocupou com outros detalhes do convite de casamento  , como o horário incomum da cerimônia. "Sou o único que acha estranho começar às 21h?", questiona.

    Leia tudo sobre: