Britânica teve o direito de dar à luz ao lado de seu cão 'terapeuta'
Reprodução
Britânica teve o direito de dar à luz ao lado de seu cão 'terapeuta'

Charlotte Beard, de 24 anos, deu à luz ao seu filho Archie ao lado de seu pequeno Maltês. A britânica adquiriu o direito de ter seu cachorro presente no quarto devido a sua condição médica.

A jovem sofre de convulsões não epilépticas, problemas cardíacos e transtorno de estresse pós-traumático. Devido a sua condição, Charlotte já teve três abortos nos últimos anos.

Flump, o pequeno Maltês, virou aliado da jovem há dois anos, quando foi treinado para detectar suas convulsões quando estão prestes a acontecer.

O cachorro ficou ao lado de sua dona durante as 50 horas de trabalho de parto. Ao The Times, Charlotte diz que Archie e Flump são 'irmãos' e acrescenta: "Dizemos que Flump é como meu parceiro ou uma extensão de mim mesmo. A ideia de fazer um momento tão importante na minha vida, também um ponto tão vulnerável, sem Flump ao meu lado simplesmente não parecia certo.‎"

Leia Também

Além disso, a jovem diz querer ver a política de cães de assistência médica sendo permitida em mais hospitais. "Você não pediria a alguém para ir ao hospital sem sua cadeira de rodas, então, enquanto for razoável, um cão de assistência tem o direito de atender e ajudar seu tutor." ‎

As habilidades dos cães de assistência médica desenvolveram-se desde a introdução de cães-guia para cegos e surdos na década de 1930.‎

Recentemente, psicólogos descobriram que simplesmente acariciar animais poderia aliviar os sintomas psicológicos de uma série de problemas de saúde mental.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários