Estamos há alguns meses vivendo uma série de mudanças de hábitos, inclusive as crianças. Diminuiu o espaço para brincar e a energia que antes era gasta no parquinho ou na escola está acumlada. Muitos pequenos ainda passam mais tempo que o de acostume na frente da televisão . É hora de se mexer, mas como?

mãe e filha fazendo yoga
FreePik/prostooleh
Se você já tem o hábito de praticar exercícios físicos em casa, inclua as crianças nesse momento

"O exercício físico não precisa ser mandatório ou impositivo para as crianças . Pode ser uma brincadeira em família que as façam gastar boa parte da energia acumulada para se alimentarem e dormirem melhor. Fazer alguma atividade física, mesmo que dentro de casa, é muito saudável para os pequenos", explica Nathalia Pontes, coordenadora de pesquisa e desenvolvimento educacional da PlayKids.

A especialista ainda acrescenta que, mesmo estando afastadas das escolas, as crianças podem exercitar a mente por meio de jogos e atividades educativas . "É preciso manter ativa a parte cognitiva das crianças também, tanto quanto a física, para que esses tempos em casa não sejam apenas de descanso, mas também de aprendizado", diz Nathalia. 

Nesse sentido, a profissional dá quatro dicas para as famílias colocarem as crianças para se movimentarem enquanto estão em casa:

1. Saia do sofá

O espaço está reduzido, mas ainda assim é possível fazer atividades que movimentam o corpo. Brincadeiras clássicas da infância , como vivo ou morto, estátua e dança das cadeiras, são bons exemplos e aliados. Dá para fazer na sala ou no quarto e garantir um momento de diversão. Também vale brincar de mímica e caça ao tesouro. A ideia é propor movimento à criança.

2. Aperte o play

A dança é uma expressão conhecida e natural para as crianças. Então, por que não se aproveitar disso para criar um momento divertido? Escolha um repertório de músicas e coloque para todos dançarem juntos ou busque por coreografias para serem copiadas.

3. Proponha desafios

A dica é combinar com a criança alguns desafios, algo que traga mais exercício para os momentos rotineiros. Vale lembrar que não precisa ser nada imposto e é importante respeitar o corpo da criança. Esse tom desafiador pode ajudar, principalmente as crianças mais velhas.

4. Faça junto

Crie um momento para se aproximar e se divertir com o seu filho. Se você já faz algum tipo de exercício em casa, como  yoga ou práticas de academia, chame-os para participar. Não exija perfeição. A ideia é brincar e se movimentar. Assim, as crianças vão se sentir ainda mais presentes no seu dia e podem se animar para praticar exercícios.

    Veja Também

      Mostrar mais