Clover Stroud é mãe de cinco crianças, entre três e 19 anos, e contou ao The Sun que o período da quarentena do novo coronavírus (Sars-CoV-2) a ajudou a olhar de outra maneira para os seus filhos.

Leia também: Páscoa - 5 ideias de atividade para as crianças

família arrow-options
Reprodução/ The Sun
Clover Stroud, mãe de cinco, mudou sua rotina familiar durante a quarentena

Aos 44 anos, a mulher relatou que tinha perdido o controle das coisas em casa. “Eu normalmente acordava com a sensação de que gritar era a única maneira de tirar as crianças da cama às 8 da manhã”, desabafa. Uma vez, na correria, ela mandou o filho Dash, de 5 anos, com dois sapatos esquerdos para a escola.

“Eu não estou sozinha. Mais de três quartos das mães com idades entre 25 e 54 anos trabalham em período integral, e todas as minhas amigas mães admitem em particular como estão usando o malabarismo diário”, conta Clover.

Porém, toda a dinâmica da família Stroud mudou com a imposição da quarentena . A suspensão das aulas causou um afrouxamento nas atividades pela manhã. Agora as crianças podem andar de meias pela casa e escovam os dentes quando querem.

“Não foi fácil aceitar o fato das crianças ficariam em casa o dia todo, todos os dias, mas, uma vez que aceitei, relaxei. Duas semanas de confinamento e esse momento estranho está realmente me transformando em uma mãe mais feliz, ouso dizer, melhor mãe”.

Clover tem ajuda do marido Pete para lidar com as crianças. A família criou uma rotina maior de entretenimento com a mãe costurando roupas para as bonecas e o pai ajudando a montar um quebra-cabeça de mil peças. Leitura e sessões de cinema também foram incorporados ao dia a dia da família.

Leia também: Mãe faz fotos com tema 'Máfia dos Tigres' e é detonada na web

“Pela primeira vez em eras, posso sentir toda a minha família indo na mesma direção. Entrar na rota da lavagem, dobrar a roupa ou cozinhar uma refeição em família é, de repente, uma distração bem-vinda”, conclui a mãe .

    Veja Também

      Mostrar mais