O programa americano ‘100 Kilo Kids: Obesity’, que trata sobre o sobrepeso de crianças norte-americanas, chocou os telespectadores com uma de suas histórias. Tommy, um garoto de 14 anos que pesa 146 kg foi internado num hospital para tratar sua obesidade e sua ‘mãe tóxica’ chamou atenção.

esther
Reprodução/ Channel 4
Esther é mãe de Tommy e mais três crianças. O filho tem 14 anos e pesa 146 kg

Leia também: Mãe posta foto de filho comendo fast-food e é criticada: "como fumar cigarros"

Para muitos dos fãs do programa, Esther é uma “vergonha abusoluta”. Durante o episódio, a mãe de quatro filhos reclamou do tratamento médico dizendo que Tommy não estava se alimentando direito. Por esse motivo, levou comida escondida ao Hospital - e às vezes até chocolate.

"A mãe desse garoto faz meu sangue ferver. Se você soubesse ser mãe, seu filho não estaria tão acima do peso", escreveu um dos telespectadores nas redes sociais. " Filho obeso , aos 14 anos, fazendo dieta no hospital e a mãe está trazendo comida porque ele está com fome ... essa mãe precisa se trancar”, comentou outro.

Obesidade mórbida na adolescência

tommy
Reprodução/ Channel 4
Tommy tem obesidade infantil e síndrome de fadiga crônica

O médico do programa que vai ao ar pela Channel 4 nos EUA, afirmou que Tommy, com apenas 14 anos, sofre com obesidade mórbida e síndrome de fadiga crônica . Quem tem esse problema convive com alterações no sono e muitas dores pelo corpo. Segundo Tommy, a parte que mais lhe incomoda são os joelhos e tornozelos.

O garoto engordou 12 kg em cinco meses seguindo uma dieta de 1.600 kg por dia. Isso assustou a equipe médica, que reduziu seu consumo calórico diário para a metade e propôs exercícios a Tommy. 

A decisão deixou Esther furiosa. “O que diabos isso vai fazer? Ele está exausto e não está recebendo calorias suficientes para mantê-lo assim. Você não pode simplesmente fazer Tommy comer três refeições por dia e ficar acordado porque seu corpo não permite que ele faça isso”, reclamou.

O médico ainda argumentou que ele precisava de descanso entre as refeições, mas a mãe entendeu de outra forma. "Concordamos que Tommy entrasse no programa, mas não concordamos que ele entrasse para 'não ouvir os pais e vocês assumirem meu filho'. Não concordamos com isso", esbravejou.

Dias depois, durante uma pesagem no hospital, descobriram que Tommy tinha engordado 1kg em quatro dias e que a mãe teria levado chocolate e comidas prontas para ele. Confrontada, Esther apenas disse que o filho passava fome e se sentiria mais confortável com sua marmita.

“Interpretar a vítima enquanto a equipe trabalha para deixá-lo saudável. Maternidade tóxica , não é tudo sobre você. Ajude. Seu. Filho", comentou um dos usuários do Twitter sobre Esther.

Leia também: Mãe surpreende ao revelar que dá banho no filho com desinfetante líquido

A história ainda não teve encerramento no programa que passa toda quarta-feira as 21h. Resta acompanhar para saber qual o destino de Tommy e sua mãe  Esther.

    Veja Também

      Mostrar mais