Tamanho do texto

A mãe diz que não consegue amar o mais velho assim como ama o mais novo

Lidar com a maternidade não é uma tarefa fácil. Em um tópico do Mumsnet , uma mulher, de forma anônima, resolveu desabafar. Ela conta que, apesar de sentir vergonha, não consegue disfarçar seus sentimentos e conta que tem um filho preferido.

Leia também: Mãe faz relato sincero e afirma amar mais filha adotiva do que biológica

mulher com duas crianças
shutterstock
Na web, mãe, de forma anônima, diz que tem um filho preferido e pergunta se é normal se sentir assim; usuários opinam

“Eu tenho dois filhos e o mais velho, de três anos, é uma verdadeira luta para mim e tem sido assim desde o nascimento. Ele é muito intenso. Meu marido é abençoado com paciência e realmente faz todo o trabalho duro. Eles têm um grande vínculo”, escreve.

Em seguida, ela fala sobre o filho preferido . “Ele tem um ano e seis meses. Sinto que o entendo perfeitamente e sou 100% mais qualificada para cuidar dele em qualquer situação”, diz.

No entanto, a mulher conta que tenta se relacionar com o mais velho, mas não consegue. “Eu sempre o levo para fazer comprar. Só nós dois. Também faço jogos, mas sinto que estou tentando forçar um vínculo que não existe”, continua.

Depois, ela ressalta que sua mãe foi injusta com sua irmã mais velha e que pensou que poderia ser uma pessoa melhor. No fim da publicação, ela questiona: “Alguém mais já se sentiu assim?”.

Nos comentários, muitas mães afirmam que sentem o mesmo. “Eu amo meus dois filhos adolescentes. Eles são gentis, engraçados e boas companhias. O mais novo, no entanto, não é como nenhum de nós e eu, realmente, não gosto muito dele”, diz uma.

Leia também: “Tive que aprender a amar meus filhos”

“Faz parte da natureza humana. Eu não amo meus filhos de forma diferente, mas prefiro a criação de um sobre o outro. Um deles é ótimo de estar por perto, enquanto o outro é mais difícil de lidar”, comenta outra.

Por outro lado, algumas pessoas classificaram a atitude como assustadora. “Esses pobres bebês”, diz uma. Enquanto isso, outros internautas disseram que ela pode estar com depressão pós-parto e recomendaram que ela procure ajuda para conseguir entender seus sentimentos e possa ficar bem. 

Ter um  filho preferido é normal? Pesquisa mostra que sim 

mulher com duas crianças
shutterstock
Uma pesquisa feita nos Estados Unidos mostra que muitos pais têm um filho favorito

Uma pesquisa feita pela Universidade da Califórnia. nos Estados Unidos, mostra que 70% das mães e 74% dos pais têm um filho preferido . O estudo foi feito em 2016 com 384 famílias compostas por pai, mãe e duas crianças que tinham no máximo quatro anos de diferença entre si. Leia mais detalhes aqui .


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.