Tamanho do texto

A pesquisa da Universidade da Califórnia ainda descobriu que, geralmente, o filho preferido é o mais velho

Mais de 70% dos papais e mamães têm sim um filho preferido
Pinterest/Amanda Chambers
Mais de 70% dos papais e mamães têm sim um filho preferido

Se você tem um irmão, provavelmente já desconfiava disso, mas uma pesquisa provou que 70% das mães e 74% dos pais têm um filho preferido. O estudo foi feito na Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, com 384 famílias compostas por pai, mãe e duas crianças que tinham no máximo quatro anos de diferença de idade entre si.

Os pais não revelaram quem era a criança favorita, mas os resultados do estudo sugerem que geralmente o filho mais velho é o mais querido. Isso porque os pesquisadores também perguntaram às crianças se elas se sentiam tratadas de maneira diferente do irmão e o quanto isso afetava a autoestima delas.

Estudos concluíram que os filhos mais novos eram mais propensos a ter baixa autoestima causada pelo favoritismo dos pais pelo outro irmão.

A líder do estudo, Katerine Conger, disse ao site americano Quartz ter ficado surpresa com o resultado: “Nossa hipótese era que o filho mais velho iria ser mais afetado pelas percepções de tratamento diferente pelos pais, graças ao status de ter chegado antes na família.”