Tamanho do texto

Tracey já é mãe de três adultos e avó de oito crianças, mas isso não impediu que investisse no tratamento de fertilização in vitro para engravidar de novo

Aos 50 anos de idade, Tracey Britten, que já é mãe de três adultos e avó de oito crianças, está grávida mais uma vez, e de quadrigêmeos . Com a gravidez tardia, ela se tornou a mulher mais velha da Inglaterra a ficar grávida de quadrigêmeos.

Leia também: Mulher de 59 anos dá à luz após 40 anos tentando engravidar

A gravidez tardia de Tracey foi possível através do tratamento hormonal e de fertilização in vitro, que custou 7 mil libras
shutterstock
A gravidez tardia de Tracey foi possível através do tratamento hormonal e de fertilização in vitro, que custou 7 mil libras


A avó está esperando três meninas, incluindo gêmeas idênticas, e um menino. A gravidez tardia foi possível através do tratamento hormonal e de fertilização in vitro, que custou 7 mil libras (aproximadamente R$ 38 mil), realizado no Chipre.

“Todo ano eu ainda tenho vontade de ter outro filho. Quando completei 50 anos, pensei: ‘Eu preciso fazer isso’”, conta Tracey, ao jornal britânico “The Sun”, sobre a decisão de ter filhos novamente com o marido Stephen.

Seus óvulos foram fecundados por espermatozoides de Stephen, e quatro embriões foram implantados no útero da mulher. Um deles acabou deixando de crescer, mas outro se dividiu em dois, formando as gêmeas idênticas.

Para ela, os bebês que estão por vir serão como um presente. É por isso que Tracey afirma não ligar para críticas e comentários negativos vindos de outras pessoas. “As pessoas dizem: ‘Você é uma vovózinha grávida’. Mas e daí? Eu não serei a primeira e nem a última”, rebate.

“Eu não aparento ter 50 anos e também não sinto ter essa idade. As pessoas podem dizer o que quiserem, mas elas não sabem da minha história”, diz. “Quando essas pessoas conhecerem os quatro bebês lindos, elas vão mudar de ideia.”

Atualmente, ela está com 25 semanas de gestação, e os médicos pretendem realizar uma cesariana quando ela completar 32 semanas. “Os custos para cuidar dos bebês prematuros serão centenas de milhares de libras, eu desejo muita sorte para ela e para as crianças”, afirma Geeta Nargund, diretor médico do centro de fertilidade Create, no Reino Unido.

Leia também: Janet Jackson é mãe aos 50 anos: é seguro ficar grávida com essa idade?

A história da mulher antes da gravidez tardia

Antes da gravidez tardia, a história de Tracey inclui casamento, divórcio, três filhos, oito netos e até um aborto
shutterstock
Antes da gravidez tardia, a história de Tracey inclui casamento, divórcio, três filhos, oito netos e até um aborto


Antes dos quadrigêmeos, Tracey teve três filhos, o mais velho com 32 anos atualmente e o mais novo com 22. Eles são do primeiro casamento da mulher, que se divorciou do ex-marido em 2003.

Leia também: Gravidez após os 40 anos de idade está virando tendência social

Ela conheceu Stephen dois anos depois de seu divórcio e, com meses de relacionamento, engravidou. O casal acabou escolhendo abortar, já que “não era a hora certa”, mas hoje pode celebrar a gravidez tardia . “Foi traumático, mas colaborou para que eu quisesse ter filhos novamente”, conclui.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.