Tamanho do texto

Os principais motivos das brigas, segundo especialistas, são comida e bebida

Como é o clima dentro da sua casa? Todo mundo se entende ou qualquer coisinha acaba em briga? De acordo com um recente estudo, no período de um ano, os pais têm em média mais de 2,1 mil discussões com os filhos, e os principais motivos são: comida e bebida.  A pesquisa foi encomendada pela empresa Capri-Sun, e os números indicam que as famílias gastam muito tempo com bate bocas.  

Segundo uma nova pesquisa, as discussões dentro de casa costumam consumir cerca de 49 minutos do dia da família
shutterstock
Segundo uma nova pesquisa, as discussões dentro de casa costumam consumir cerca de 49 minutos do dia da família


Segundo informações do portal britânico "The Independent", os pesquisadores entrevistaram dois mil pais de crianças de dois a 12 anos de idade. Um dos principais dados indica que as famílias passam em média 49 minutos tendo discussõesentram em desavença cerca de seis vezes no período de um dia.

O motivo mais comum que leva os pais  ao estresse é quando a criança não come tudo, seguido de quartos desarrumados. Falar que está com fome, mas torcer o nariz para qualquer coisa saudável também costuma irritar pais e mães. No entanto, os pais só "vencem" pouco menos da metade dos bate-bocas que têm com os filhos, já que seis em cada dez pais admitem que muitas vezes acabam cedendo para manter a paz dentro de casa.

“Muitos pais acreditam que chegar a um acordo com seus filhos é a melhor maneira de manter todos felizes”, afirma um porta-voz da Capri-Sun. “Como a maioria das brigas em casa são sobre comida e bebida, os pais têm a complicada tarefa de tentar resolver o conflito enquanto ainda possuem uma vantagem.”

Outros fatores de discussões

O principal motivo de discussões é quando a criança não come tudo, mas quarto desarrumado também é um problema
shutterstock
O principal motivo de discussões é quando a criança não come tudo, mas quarto desarrumado também é um problema


A pesquisa também indica que consumir doces e chocolate antes das refeições, não dormir na hora indicada e se recusar a fazer a lição de casa ou a escovar os dentes são atitudes que costumam irritar os pais, e essas situações também são motivos de divergências dentro de um lar.

Outro dado que chama atenção é que os conflitos costumam durar pouco mais de oito minutos, mas os pais tendem a passar 16 minutos por dia tentando negociar algo com seus filhos – principalmente quando querem  convencê-los a comer e a beber bem.

Cerca de nove em cada dez pais oferecem aos filhos uma recompensa para não fazer aquilo que os filhos pedem em discussões , como ter mais tempo para a família. Para tentar suprir isso, é comum os pais tentarem agradar os pequenos com bens materiais, como produtos eletrônicos. Agora, quando o assunto é punição, 45% dos pais ameaçam reduzir o tempo que os filhos ficam em frente da televisão ou celular.

    Leia tudo sobre: casa
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.