Tamanho do texto

Após tornar-se mãe aos 13 anos de idade, Kayleigh decidiu levar a "acompanhante especial" à formatura como forma de celebrar seus esforços

Kayleigh Danielle Molloy Snaith, uma mãe britânica de 16 anos idade, levou a filha  de dois anos para seu  baile de formatura do Ensino Médio . De acordo com entrevista que deu ao tabloide “Daily Mail”, um de seus objetivos era mostrar ao seus colegas que disseram que ela não conseguiria terminar o Ensino Médio e que ela tinha arruinado a própria vida por ter ficado grávida, que estavam errados.

Aos 16 anos de idade, Kayleigh é mãe de uma menina de 2 anos e resolveu levar a filha para seu baile de formatura
Reprodução/Facebook/Kayleigh Danielle Molloy Snaith
Aos 16 anos de idade, Kayleigh é mãe de uma menina de 2 anos e resolveu levar a filha para seu baile de formatura


Kayleigh ficou grávida aos 13 anos de idade, e precisou estudar para passar de ano e se formar ao mesmo tempo em que criava sua filha, Harley Snaith. Agora ela pode dizer que não só conseguiu, mas ainda levou a filha ao  baile de formatura  para que celebrassem o momento especial juntas.

Apesar de Harley não poder comparecer de fato à formatura da mãe, Kayleigh  comprou um vestido único para a ela, com direito a renda e lacinho, para que a filha se sentisse como uma princesa. As duas posaram para fotos antes de Kayleigh ir para o evento.

Ao jornal britânico, a jovem mãe, que ainda mora com os pais, falou mais sobre levar a filha como acompanhante. “Eu queria levar Harley para a festa e para escolher um vestido especial para mostrar a ela que ela é e sempre será uma princesa aos meus olhos. Eu espero que ela cresça sabendo que merece ser tratada com amor e carinho.”

A gravidez da mãe que foi ao baile de formatura com a filha

Kayleigh não imaginava uma forma melhor de celebrar seu baile de formatura se não fosse levando sua filha junto dela
Reprodução/Facebook/Kayleigh Danielle Molloy Snaith
Kayleigh não imaginava uma forma melhor de celebrar seu baile de formatura se não fosse levando sua filha junto dela


Engravidando no início da adolescência, Kayleigh manteve sua gravidez em segredo por seis meses, insegura da reação dos pais . Quando descobriram, eles prometeram apoiá-la e  preparar a casa para a chegada da netinha. “Não foi fácil. Quando Harley era ainda recém-nascida, eu ficava acordada à noite [para cuidar dela] e depois ia direto para a escola”, conta a formanda.

“Em casa, eu precisava ser uma mãe e uma adulta, mas aí eu ia para a escola e tinha que ser uma adolescente”, diz. Sendo mãe no Ensino Médio, Kayleigh enfrentou comentários cruéis por ter ficado grávida tão cedo, ouvindo pessoas chamando-a de “nojenta”. Ela diz que a filha se tornou uma motivação para superar as críticas e que não consegue imaginar uma forma melhor de provar que os “haters” estavam errados do que levando Harley para o seu baile de formatura .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.