Cansada das críticas recebidas pela amiga Mara Martin após a modelo desfilar amamentando a filha, Samantha Purcell saiu em defesa dela, explicando que a atitude não foi combinada, e sim uma necessidade

No último domingo, a norte-americana Mara Martin esteve entre as 16 modelos escolhidas pela "Sports Illustraed" para desfilhar no "Miami Swim Week" — evento dedicado às tendências de moda praia. O que chamou atenção, porém, não foram as peças desfiladas, mas o fato de  Mara estar dando de mamar à filha, Aria, de cinco meses, enquanto andava pela passarela , ignorando totalmente o tabu que cerca a amamentação em público. 

Buscando normalizar a questão da amamentação em público, a modelo Mara Martin desfilou enquanto amamentava a filha
Reprodução/Instagram/si_swimsuit
Buscando normalizar a questão da amamentação em público, a modelo Mara Martin desfilou enquanto amamentava a filha

No Instagram, Mara confirmou o desejo de ver a questão da amamentação em público  ser normalizada e recebeu diversos comentários positivos sobre a a atitude "inspiradora, forte e destemida" de andar pela passarela amamentando. Muitas dessas pessoas também defendem que o aleitamento materno não deve ser um estigma  na sociedade. 

Por outro lado, o vídeo do desfile (publicado na própria página do evento e da "Sports Illustrated") não foi tão bem recebido pelo público. Entre as críticas, muitos internautas afirmam que um desfile não é o local adequado para dar de mamar, já que este "deve ser um momento íntimo da mãe". Além disso, a modelo foi acusada de ter "deixado a filha com fome por horas para aparecer na frente das câmeras", algo "narcisista e denecessário", segundo alguns usuários.


Amiga rebate críticas à modelo e defende amamentação em público

Samanta Purcell, melhor amiga da modelo Mara Martin, decidiu defendê-la por desfilar enquanto amamentava a filha
Reprodução/Instagram/samanthapurcell
Samanta Purcell, melhor amiga da modelo Mara Martin, decidiu defendê-la por desfilar enquanto amamentava a filha


Ao ler as críticas, a melhor amiga de Mara, Samantha Purcell decidiu escrever o próprio comentário para defendê-la. Samantha então explicou que, diferente das afirmações, a participação da pequena Aria era um desejo da equipe do "Miami Swim Week", mas não foi algo combinado previamente. 

"Durante o processo de seleção, ela [Mara] ficou 12 horas usando salto alto e segurando sua bebê de nove quilos a cada dia de eliminação. A equipe amou a bebê e, inclusive, sugeriram que ela desfilasse uma vez com ela durante o evento. Quando chegou a hora do desfile, bem antes de começar, ela estava sendo amamentada. O editor sugeriu que Mara fosse em frente e levasse Aria com ela. Isso não foi planejado", comentou.

Segundo a amiga, Mara mandou uma mensagem para ela após sair da passarela contanto o ocorrido, e parecia preocupada sobre ter feito a coisa certa. "Não há nada de errado nisso. A bebê estava com fome. Fim da história", afirma Samantha. 

A norte-americana defendeu a participação da amiga no desfile , cujo objetivo era ser inclusivo e mostrar diferentes perfis de mulheres. "Foi 'necessário' ter uma modelo com uma prótese na perna na passarela? Não, mas eles fizeram do mesmo jeito e foi lindo também. O ponto principal da 'Sport Illustrated' ter feito uma seleção aberta foi celebrar todos os tipos de mulheres, incluindo mães".

Além disso, Samantha comenta que esse posicionamento do evento e da revista foi ainda além do objetivo principal, pois também englobou a amamentação em público . "Eles deixaram claro que mães devem amamentar suas crianças quando, onde e como quiserem , sem receber críticas de internautas que não têm nada melhor para fazer do que falar mal de quem eles não conhecem. Mara é uma mulher incrível e ela não merece nada além de apoio", finaliza.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.