Era para ser uma agradável viagem em família, mas ir do Reino Unido à Austrália para assistir o casamento de um primo se tornou um pesadelo para uma mãe. A mulher, conhecida como Ashley W, compartilhou sua história no site “Netmums”. Por lá, revelou que gastou muito dinheiro com passagens aéreas para a família, mas descobriu só depois que não eram permitidas crianças na cerimônia.

Leia também: Mãe quer que férias escolares deixem de existir e cria polêmica na web

undefined
shutterstock
Mãe fica chocada ao descobrir que no casamento do primo não será permitida a entrada de crianças e desabafa


A mãe já sabia do casamento há um ano e nesse período ninguém mencionou que seu bebê, que ainda não tinha nascido, não seria bem-vindo. Ashley só descobriu que os noivos impuseram essa regra quando o convite oficial chegou a casa dela. “Meu primo nos convidou para seu casamento na Austrália com 12 meses de antecedência. Ele nos enviou um e-mail com a data sem mais informações”, escreveu a postagem na postagem.

Leia também: Mãe publica foto de bebê com piercing e causa polêmica na web

O problema é que a britânica já tinha gastado 4 mil libras (aproximadamente R$ 20 mil) com passagens áreas para toda a família , então não tinha como voltar atrás com a viagem. Ela conta que ficou atrás do convite igual louca, mas ele só chegou três semanas antes de embarcarem para a Austrália e dizia que não era permitido levar crianças. “Falei que eles realmente deveriam ter mencionado isso antes de comprarmos as passagens”, desabafa.

É necessário uma babá? 

Quando a família chegou à Austrália, os parentes que vivem lá não ficaram surpresos por ela ter levado a criança, mas sugeriram que a mãe encontrasse uma babá para ficar com a filha de apenas cinco meses no dia da cerimônia. “Estou sendo razoável em pensar que é uma piada, que eles não podem excluir um bebê que amamenta e precisou voar da Inglaterra até a Austrália?”, indaga a mãe.  

A mãe ficou furiosa com toda essa desagradável situação e recebeu apoio de vários pais nos comentários da sua publicação. “Isso é ridículo! Você voou para o outro lado do mundo... Eu pessoalmente não deixaria que estranhos cuidassem do meu filho. Também estaria fumegando”, comenta um usuário.

Leia também: Mãe gera polêmica ao dizer que o filho não precisa dividir com os outros

Já outro acrescenta: "Eu ficaria furioso. Se os casais não querem ter filhos no casamento , isso é absolutamente uma prerrogativa deles, mas precisam deixar isso claro com antecedência para que os hóspedes tomem providências sobre quem vai cuidar das crianças ou que decidam não ir à cerimônia”. E você, o que pensa a respeito do assunto?

    Veja Também

      Mostrar mais