Tamanho do texto

"Pego a criança e sento com ela para a decolagem e o choro para!", escreveu

Fazer longas viagens de avião , carro ou ônibus com filhos pequenos não é fácil. Eles choram, resmungam e demoram a se acomodar, o que é completamente normal para uma criança . No entanto, nem sempre os passageiros têm empatia o suficiente para entender a situação e reclamam do “incômodo” causado pelos pequenos.

Leia também: Blogueira diz ter sido expulsa de primeira classe de avião por choro de filha

Em ato de empatia, mulher ajuda mãe a cuidar de bebê que chorava em voo e faz relato no Facebook sobre o episódio
Reprodução/Facebook
Em ato de empatia, mulher ajuda mãe a cuidar de bebê que chorava em voo e faz relato no Facebook sobre o episódio

A norte-americana Kesha Barnard passou por uma situação semelhante recentemente. Ela estava em um voo quando percebeu que uma mãe estava em apuros com os três filhos. Diferente de todos os outros passageiros, a jovem resolveu exercer a empatia e oferecer ajuda àquela mãe. Ela detalha em cena em uma postagem no Facebook. 

“Todo mundo está sentado nesse avião lotado e um bebê começa a chorar (deus me livre, né?). Obviamente eu estou acostumada com choros e manhas, então não liguei. Todo mundo ao meu redor começa a reclamar e bufar e resmungar”, escreve Kesha.

Leia também: Dicas para viajar de avião com seu filho

“Eu viro e vejo essa mulher sozinha com três crianças: uma gritando, um bebê chorando e uma criança mais velha e educada. Uma mulher adulta estava tapando os ouvidos com as mãos e fazendo as piores caretas para essa mãe”, continua. Kesha ainda conta que nem mesmo as aeromoças oferecem ajuda a mãe.

Até que ela resolveu agir. “Levanto, ando algumas fileiras para trás e pergunto se ela precisa de ajuda. Ela imediatamente me deu o bebê. Então, pego a criança e sento com ela para a decolagem e o choro para! Então, estou aqui, sentada segunrando esse bebê lindo que acaba de cair no sono”.

Por fim, a jovem, que é mãe de duas crianças, fala sobre a importância e a necessidade das pessoas serem mais solidárias. “Reclamar e resmungar não vai ter nenhum efeito. Esses passageiros deveriam ter vergonha deles mesmos. Por favor, sejam gentis”, finaliza.

Leia também: Dicas para acalmar as crises de choro do bebê

Repercussão

A publicação de Kesha teve grande repercussão nas redes sociais. Até o momento, mais de 107 mil pessoas compartilharam o relato e 224 mil curtiram a foto. Entre os inúmeros comentários, os internautas parabenizaram a atitude da jovem.

“Obrigada por fazer isso. Sou mãe solo, viajo muito com meus filhos e eu queria alguém estivesse lá para me ajudar de vez em quando”, escreveu uma mãe. “Sua bondade é necessária. Isso é tão lindo, eu choraria de alguém fizesse isso por mim. Obrigada”, disse outra sobre a empatia de Kesha.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.