Guia do Bebê

Com 9 meses, os bebês percebem que são seres separados da mãe. Aprenda a acalmar a criança angustiada

Compartilhar:
9 meses
Descobertas e angústias
Época de um quadro muito comum e esperado na pediatria: a angústia da separação. É neste período que o bebê compreende que é um ser separado da mãe.

Não estranhe se ele ficar mais choroso, sobretudo durante a madrugada, pois não se trata de dor física. Os choros noturnos, geralmente curtos e repetidos, estão relacionados ao medo que a criança sente ao acordar e pensar que a mãe pode não voltar mais. Por conta desta angústia, o bebê pode ficar mais amedrontado diante de estranhos e se alimentar menos.

Engatinhar é outra grande novidade. Pensar na melhor estratégia para chegar a um determinado lugar ajuda no desenvolvimento físico e intelectual do bebê. A partir de agora, ele domina a "pinça radial" e consegue pegar objetos bem menores com o polegar e o indicador,
passando a explorar bastante todo o espaço em sua volta. Por isso, pode aprontar alguma arte em um piscar de olhos.
Dica do especialista

É importante que a figura materna acalme o bebê sempre que ele acordar chorando no meio da noite. É desta maneira que a criança compreende que a mãe vai sempre voltar. Também é fundamental os pais dobrarem a atenção, pois esse é o mês em que geralmente acontecem muitos acidentes domésticos. Tampe todas as tomadas e tome cuidado com quinas de móveis e escadas, pois o bebê ainda não tem noção de perigo.
Ver de novo