Tamanho do texto

Enquanto algumas famosas optam por compartilhar imagens dos recém-nascidos, outras preferem preservar a privacidade da criança

A gravidez da ex-BBB  Letícia Santiago , que deu à luz Miguel na última terça-feira (14), foi marcada pelo fato de a moça publicar uma série de detalhes sobre nove meses da gestção em suas redes sociais. Antes mesmo de Miguel nascer, Letícia chegou a criar uma conta no Instagram para ele pouco depois do nascimento, já havia compartilhado fotos do menino ali.  Porém, alguns internautas criticaram o excesso de exposição da criança.

Leia também: Fotógrafa "transforma" filha durante sono e ensaio fotográfico faz sucesso

Letícia chegou a publicar fotos do filho antes mesmo de completar um dia de vida
Reprodução/ Instagram le_santiago
Letícia chegou a publicar fotos do filho antes mesmo de completar um dia de vida


Outro lado

Rafa Brites também deu à luz recentemente e, assim como Letícia, compartilhou com os seguidores vários detalhes a respeito da gestação e do pós-parto. No entanto, a apresentadora ainda não chegou a publicar nenhuma foto revelando o rosto do filho, Rocco. Em todas as postagens, a criança aparece de costas ou com o rostinho coberto. 

A escolha da mãe também não agradou os seguidores. Depois de receber vários comentários negativos e até maldosos, Rafa fez uma publicação explicando o motivo de não mostrar o rosto do filho. "Ele pode ser filho de um casal público, mas isso não o torna o mesmo", escreveu. 

Leia também: Rafa Brites desabafa sobre dores da amamentação; saiba como evitar isso 

"Nossa profissão depende do interesse do público em nosso trabalho e consequentemente em nossas vidas particulares. Mas nós decidimos ter essa exposição. Amamos o que fazemos. No entanto, não vejo um filho como uma extensão disso. Ele é um indivíduo. Um menininho que terá seu livre arbítrio para decidir que caminho seguir em todos os aspectos", completou. 

Veja a publicação completa:

Essa sou EU quando nasci! O Rocco é minha cara! Queria esclarecer algumas coisas por aqui. Estamos recebendo críticas maldosas por não postarmos o rosto do nosso bebê e por não termos tirado foto na saída da maternidade pois havia um profissional (que considero colega nosso pois em frente ou atrás das câmeras estamos na mesma profissão) aguardando no estacionamento. Pessoal nosso pequeno tem 1 semaninha. Ele pode ser filho de um casal público, mas isso não o torna o mesmo. Quando eu e o Felipe decidimos nossa profissão sabíamos do ônus e do bônus. Nossa profissão depende do interesse do público em nosso trabalho e consequentemente em nossas vidas particulares.Mas nos decidimos ter essa exposição. Amamos o que fazemos. No entanto, não vejo um filho como uma extensão disso.Ele é um indivíduo.Um menininho que terá seu livre arbítrio para decidir que caminho seguir em todos os aspectos. Nossa missão como país é ampara-lo. Divido aqui tudo com relação a mim. Minhas experiências. Minha gravidez. Meus desafios como mãe. Isso tudo diz respeito a mim. E adoro compartilhar. Mas não acho justo expor um bichinho tão pequeno. Será que ele gostaria? Talvez ele adore. Talvez não. Ele vai se adaptar a familia que tem. Vai ser sustentado pela nossa profissão claro.Não quero esconder ele de ninguém... Vou sair por aí como qualquer mãe orgulhosa do meu filho. Se por ventura tirarem foto ou se em algum momento eu me sinta segura para mostrá-lo: farei. Mas preciso de um tempo para trabalhar isso em mim... Peço paciência e respeito. E claro respeito todos os pais que decidiram mostrar seus filhos. Cada um tem condutas diferentes. O que importa é que todas envolvem amor! Muito amor pra todos vcs que com certeza estão curiosos pois gostam dessa família aqui! ♡♡♡ espero que fazer um post com legendas curtas kkkkk

A post shared by Rafa Brites (@rafabrites) on


Existe limite?

A crescente presença das redes sociais na vida das pessoas levanta a dúvida: há limites na hora de compartilhar fotos dos filhos?

Para especialistas em segurança da informação na rede, os pais devem ter consciência de que quando as imagens são compartilhadas na rede, podem ficar para sempre na internet, mesmo depois de seren apagadas. Além disso, há uma série de recomendações sobre  imagens que não devem ser publicadas , como fotos da criança tomando banho ou com o uniforme escolar.  

E você, o que acha? Os pais devem ou não publicar foto dos filhos nas redes sociais? Vote na enquete:


    Leia tudo sobre: instagram
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.