Tamanho do texto

Em declaração recente, a jornalista afirmou que o primeiro parto foi um trauma muito grande. "Um dos dias mais terríveis da minha vida", diz

Em entrevista recente à revista Marie Claire, a jornalista e apresentadora Patrícia Poeta falou pela primeira vez sobre o trauma sofrido durante o  parto do filho Felipe, 14 anos, que a fez desistir de ser mãe pela segunda vez. "Foi horroroso, um dos dias mais terríveis da minha vida", desabafou. 

Leia mais: Entenda como acontece, os sintomas e características da gravidez

Por conta dos traumas sofridos no parto, Patrícia Poeta desistiu da ideia de ser mãe pela segunda vez
Instagram/ patriciapoeta
Por conta dos traumas sofridos no parto, Patrícia Poeta desistiu da ideia de ser mãe pela segunda vez

Como Patrícia Poeta  deu à luz em Nova York, nos Estados Unidos, ela relatou sobre as diferenças entre os partos no Brasil e no exterior. “Lá, essa coisa do parto normal é levada ao limite. Os médicos e enfermeiras tratam a gente com muita frieza. Ouvi de várias brasileiras o mesmo tipo de reclamação”, disse à revista.

Violência obstétrica

De acordo com a entrevista, Patrícia foi forçada a chegar até o limite para ter um parto natural. “Meu obstetra me forçou a esperar até a 42ª semana para o parto, fiquei esgotada", contou. Ela passou 14 horas sentindo fortes contrações até o obstetra finalmente optar pela cesárea.

"Houve um momento no qual senti algo estranho no coração e temi pelo pior”, afirmou.  E não parou por aí. “Quando meu filho nasceu, o obstetra ainda fez um comentário de muito mau gosto: ‘Mais um para pagar imposto!’.” 

Depois de tudo o que aconteceu, Patrícia disse ter desistido da ideia de ter mais um filho, apesar de sonhar com isso. “Rolou um bloqueio meio inconsciente. Sempre que a ideia de engravidar voltava, aparecia uma oportunidade no trabalho e aí adiava os planos. Os anos foram passando e a vontade de ter outro filho, idem.” Ela ainda conta que talvez essa seja a maior frustração da vida.

Leia mais: Depoimento: “Não me considero menos mãe por ter optado pela cesárea”

Carreira

Patrícia Poeta ficou ganhou destaque entre os telespectadores quando  assumiu o comando o progama "Fantástico", da Rede Globo, entre os anos de 2008 a 2011. Após isso, a apresentadora passou a integrar a bancada do "Jornal Nacional", ao lado do jornalista William Bonner até o final de 2014. Atualmente, ao lado de outros globais, a jornalista apresenta o programa "É de Casa", também da mesma emissora. 

Leia mais: Pesquisa mostra violência contra mulher durante o parto

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.