Tamanho do texto

Nutricionista recebeu elogios e críticas de internautas por foto postada nas redes sociais: "Meu caso não é comum de se ver"

A foto de uma grávida de 8 meses exibindo uma barriga tanquinho vem chamando a atenção dos internautas nas redes sociais. A imagem postada  pela nutricionista Gabriela Zugliani, de 31 anos, recebeu críticas e elogios e já foi compartilhada por mais de 500 pessoas.

Zugliani está grávida da terceira filha, que se chamará Betina. Na página da nutricionista, além de fotos da barraga sarada, é possível também ver vídeos em que ela aparece levantando peso na academia.

"Eu entendo que meu caso e minha barriga não são algo comum de se ver em uma grávida", explicou Gabriela nas redes sociais. "Mas as pessoas têm que entender que isso existe e eu sou uma dessas pessoas."

Veja fotos da nutricionista esportiva Gabriela Zugliani:



Não é proibido

O ginecologista e obstetra Domingos Mantelli, autor do livro “Gestação: mitos e verdades sob o olhar do obstetra”, explica que o exercício físico não está proibido na gestação, porém com alguns cuidados.  

“As mulheres que estão acostumadas a malhar podem continuar fazendo atividade física quando engravidam, porém, algumas coisas devem ser adaptadas como, por exemplo, a carga (geralmente entre 10 e 12 quilos, dependendo do biotipo da mulher) e o posicionamento”, afirma o médico.

Ele ressalta ainda a importância de um acompanhamento profissional durante a gestação tanto do obstetra e quanto de um personal trainer especializado em trabalhar com gestantes para que possa adaptar o treino da futura mãe à nova condição.

Depois da repercussão que a foto de Gabriela teve, a nutricionista, que aparece em fotos e vídeos acompanhada de profissionais, esclareceu que tem o preparo físico que os exercícios que pratica exigem, mesmo grávida.

Mãe de dois meninos, ela fez questão de ressaltar que os filhos nasceram saudáveis e que tem acompanhamento médico e profissional. “Meus filhos nasceram saudáveis e com 3,5 kg cada um. Não é só porque tenho barriga definida aos 8 meses e malho muito que eles vão nascer desnutridos”, postou.

Tônus muscular

Apesar dos exercícios de alto impacto não serem indicados para as mulheres em geral, se a mãe está acostumada a malhar pesado o cenário é um pouco diferente. “Quem é atleta ou está acostumada a malhar muito e já tem um abdômen com a musculatura mais definida pode, sim, continuar. Essa mulher tem um tônus muscular completamente diferente de quem nunca praticou atividade física”, esclarece Domingos.

O ginecologista lembra que o risco de lesão é maior durante uma gestação. “Toda grávida tem mais riscos de lesões ligamentares porque na gravidez ela libera um hormônio chamado relaxina, que relaxa as articulações. Por isso a chance de ela virar o pé ou ter uma lesão ligamentar é muito maior”.

“O eixo gravitacional da grávida muda, devido à barriga, e, consequentemente, tudo isso vai influenciar na maneira de executar o exercício. Daí vem a importância de um profissional que saiba lidar com gestantes”, completa.

O ginecologista Domingos Mantelli destaca ainda que para uma grávida que não seja atleta, os exercícios mais recomendados são hidroginástica, pilates, ioga e caminhadas.

Leia também:
Mães fazem exercícios com ajuda dos filhos e compartilham em rede social
Sete atividades físicas para uma gravidez mais saudável
Exercícios no pós-parto aliviam dores e dão mais conforto para as mães

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.