Reprodução/Instagram

O Afeganistão vem passando por momentos sérios de tensão após a saída das tropas americanas e a tomada de poder pelo grupo Talibã. Essa situação tem feito com que muitas pessoas busquem refúgio em outros países, procurando escapar das leis islâmicas rígidas impostas pelo Talibã.

Uma dessas pessoas é Aryana Sayeed, celebridade afegã que é jurada do ‘The Voice’ afegão e também conhecida como ‘Kardashian afegã’. Aryana compartilhou em seu perfil do Instagram momentos de desespero para conseguir sair do país durante a tomada de poder pelo grupo. 


Na foto, Aryana e o marido aparecem em um avião de carga americano que está repleto de pessoas. O casal saiu em destino a Doha, no Catar, onde vão em direção à Istambul, lugar onde pretendem se estabelecer. 

Na legenda Aryana diz: “Eu disse em uma de minhas recentes entrevistas que eu seria 'a última soldada a deixar a pátria'... e curiosamente, foi exatamente o que aconteceu.”

Você viu?

Adiante, ela continua: "Espero e rezo para que com resultado das mudanças recentes, pelo menos meu lindo povo seja capaz de começar a viver uma vida pacífica sem o medo de homens-bomba e explosões. 🤲🏼 Meu coração, minhas orações e meus pensamentos estarão sempre com você!”


Após embarcar para Istambul, Hasib Sayed, marido de Aryana, aproveitou o sono da cantora para "invadir" seu instagram e fazer uma homenagem à esposa. "Ela adormeceu no momento em que descansou a cabeça logo após entrarmos no avião programado para nos levar para fora de Doha, no Catar. Eu estava apenas olhando para ela e me lembrando de quão bravamente e quão destemidamente ela lidou com os momentos mais recentes, mais difíceis e mais perigosos de sua vida. Tenho muito que escrever, mas temos que decolar logo para o que será mais um voo de uma viagem recente que a certa altura parecia nosso destino final", escreveu.


Com a tomada de poder do grupo Talibã, o maior temor é de que as mulheres sejam impedidas de estudarem, terem autonomia e sejam obrigadas a viver sob um código de vestimenta rígido com a consequência de, se desobedecerem, sofrerem punições desumanas como apedrejamento em público e execução.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários