Sabemos que a pauta racial está sendo discutida na timeline de todo mundo nas últimas semanas, mas quantas criadoras de conteúdo negras você segue e acompanha sempre? Hoje, as redes sociais representam grande parte das nossas vidas, manter nossos olhos e ouvidos abertos para vários tipos de pessoas e narrativas é essencial para enriquecer nossa percepção de mundo. 

criadoras de conteúdo negras
Reprodução/Instagram
Enriqueça suas redes sociais e comece a seguir mais criadoras de conteúdo negras.


Leia também:

Para te ajudar, trouxemos uma lista de 5 perfis de criadoras de conteúdo negras, com estilos diversos e que te mostrarão que debater o racismo é essencial, mas que mulheres negras tem muito mais que isso a compartilhar.

1. Nátaly Neri

Ver essa foto no Instagram

🍃Oi gente nova no pedaço 🍃 quero muito agradecer a presença de todos vocês que chegaram aqui no meu perfil! Sei que infelizmente a gente está se conhecendo em um momento dolorido (mas acho que essa é a minha história com quase todos os meus seguidores antigos né gente?) a gente sempre se tromba nessa internet no meio de alguma crise, de algum problema, de alguma reflexão mais profunda e depois começamos a andar juntos 💚 Fico feliz pelo desejo de compreender mais sobre questões raciais e de real se aliar. Mas também não é só o que temos aqui e o que eu sou em totalidade. Por isso vou me apresentar: Meu nome é Nátaly Neri, tenho 26 anos, sou taurina de lua em peixes e ascendente em gêmeos! Moro em São Paulo há 9 anos, sendo que dois deles ao lado do meu namorado @jonasmariaa (tendo namorado antes 5 anos online), com meu melhor amigo @juliofz_ e nosso cachorrinho Robson Felipe! Há anos estou tentando me formar em ciências sociais (que eu amo) e dessa vez vai (estou entregando meu tcc). Mas nesse meio tempo meu canal na internet surgiu ! Estou há 5 anos produzindo conteúdo online. Sou vegana, ou seja, não como carne, leite e ovo há uns bons anos! E por isso tudo o que eu falo sobre beleza (bem blogueirinha) é sem crueldade animal, sem testes ✨ tenho um guarda-roupa 100% de brechó e também to sempre falando nisso (com exceção de agora já que ando quase todo dia de pijama 🤷🏽‍♀️) Enfim, processos de autoconhecimento e saúde mental também são intensificados pelo meu contato com óleos essenciais e aromaterapia, um tema que tenho tratado frequentemente e com muita paixão. Sempre dá pra ver os destaques e ter uma ideia de tudo! É só pra não pegar ninguém de surpresa ao descobrir que aqui a gente também ri, também brinca, também pensa além das nossas dores raciais. Se você é seguidor antigo e quiser contribuir com essa tour das boas vindas kkkkkk deixa aqui nos comentários algo sobre mim e meu conteúdo para os novos seguidores saberem 💚 Obrigada pelo apoio 🍃 muito feliz com vocês aqui!

Uma publicação compartilhada por Nátaly Neri (@natalyneri) em


A primeira é a Nátaly Neri, uma youtuber que ganhou visibilidade ao falar sobre um estilo de vida mais sustentável. A paulista é visitadora assídua de brechós, vegana e fã de produtos de beleza natural, inclusive ela mesma produz diversos dos seus produtos. Nátaly também namora Jonas, um homem trans, e compartilha um pouco sobre o relacionamento dos dois em suas redes sociais.

2. Preta Araújo


Se você busca uma criadora de conteúdo versátil, que fala um pouco sobre tudo, pare por aqui porque você acaba de encontrar. Preta Araújo é uma atriz e influencer que marca presença nas redes falando dos assuntos mais diversos, de beleza à entretenimento, de política à dicas de comportamento, tudo isso usando uma das ferramentas mais poderosas da internet: o humor.

3. Verônica Oliveira 


Verônica Oliveira se tornou influenciadora por acaso e, inclusive, prefere o termo “inspiradora digital”. Começou a usar as redes sociais para compartilhar sua rotina de trabalhadora doméstica, histórias e até dicas de faxina, por isso o user: faxinaboa. Hoje, com bastante alcance e visibilidade também dá palestras ao redor do Brasil, inspirando pessoas por aí. Verônica também é mãe solo de Panda, um menino autista, que está sempre dando as caras pelas redes sociais da mãe.

4. Gabi Oliveira 


Como é conhecida na internet, Gabi de Pretas é uma jovem fluminense que achou no Youtube um lugar pra falar sobre saúde mental, autoestima e beleza sob o viés da negritude. Gabi fala sobre cabelo afro, maquiagens para peles retintas, dá dicas de decoração de casa, mas também levanta debates raciais muito profundos em seu canal e, mais recentemente, também em seu podcast Afetos.

5. Winnie Bueno


Winnie é pesquisadora, bacharel em Direito e carrega um lattes de respeito. Ficou conhecida no Twitter ao criar um projeto para conectar pessoas negras que queriam livros com pessoas dispostas a doar esses livros. Projeto que repercutiu tanto que ganhou apoio do próprio Twitter e se tornou o WinnieTeca, um perfil no site para conectar pessoas através de livros. A pesquisadora é uma presença forte no Twitter e no Instagram, gerando e fomentando debates sobre o racismo de forma simples e acessível.


    Veja Também

      Mostrar mais