A estudante de meio ambiente Corrine Hinton, assistiu pela primeira vez A Pequena Sereia com sete anos e se apaixonou pelo mundo dos mares . Hoje, com 22 anos, ela já desembolsou mais de R$ 6 mil para virar uma sereia de verdade. 


Ela criou as próprias fantasias de sereia , com barbatanas realistas. Ela também gasta horas na piscina para poder treinar o nado com a cauda

"Quando conheci Ariel eu sabia o que queria fazer da vida. Queria ser igual a princesa dos mares", comenta a estudante ao Metro . Corrine, que é da Pensilvânia, nos Estados Unidos, leva a vida de sereia como uma vida dupla e nada em lagos da cidade, já que o estado não tem  acesso ao mar.

A paixão ainda rende uma renda extra, já que ela aproveita todo o figurino especial para animar festas infantis como sereia. 


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários