É comum escutarmos que mulheres foram drogadas enquanto bebiam com alguém em um bar, certo? Uma história parecida aconteceu com Lily Powles, na cidade de Lincolshire, na Inglaterra.

Leia também: "Quem é essa"? Coach nutricional emagrece 30 kg após choque em foto

lily
Reprodução/ Facebook
Lily Powles se livrou de ser drogada com a droga do estupro em sua bebida num bar

Lily contou em seu Twitter que saiu com um homem e percebeu que ele estava tocando em seu copo repetidamente. Ela suspeitou que tivesse colocado algo em sua bebida . Lily esperou o desconhecido ir ao banheiro e trocou os copos, deixando o líquido batizado com ele. O resultado? Encontrou o homem desmaiado em uma poça de água depois que saiu do bar.

A história deixou muitas pessoas chocadas no Twitter, porém, teve alguns usuários da rede social - todos homens - que não acreditaram em Lily e comentaram que ela estava mentindo e que isso não acontecia. Porém, mulheres foram até a aba de comentários defender a garota .

“Porque todos os homens dizem que isso não aconteceu? Eles são tão protetores de estupradores em potencial?”, escreveu uma. “A mulher consegue virar a mesa com um verdadeiro ladrão / potencial estuprador = caras no Twitter: ‘Mas não aconteceu’”, emendou outro. “Tantos homens aqui que não acreditam nisso porque têm a sorte de não viver como realidade regularmente”.

comentário

As “ drogas de estupro ” geralmente não tem cor, gosto ou cheiro e são muito difundidas em bares e festas universitárias. Cada vez mais comum, as substâncias são misturadas ao álcool. As mais utilizadas são GHB (ácido gama-hidroxibutírico ou ‘ecstasy líquido’), flunitrazepam (Rohypnol) e quetamina.

Leia também: Mulher chamada de 'feia e gorda' faz fortuna vendendo fotos e roupas usadas

O bom da história de Lily é que ela “deu uma invertida” no possível abusador e foi para casa segura depois de sua bebida .

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários