Tamanho do texto

Não existem casos de traição iguais, mas é possível identificar padrões de comportamento entre aqueles que traem; veja como são classificados

Um caso extraconjugal nunca é igual ao outro, afinal, as pessoas traem por motivos diversos. No entanto, é possível dizer que existem alguns padrões e tipos de traição. É isso o que revela uma pesquisa realizada pelo site de relacionamentos extraconjugais Ashley Madison.

Leia também: Mulheres brasileiras buscam mais traição do que homens; veja perfil dos infiéis

mulher no celular
shutterstock
Não existem casos de traição iguais, mas é possível identificar padrões de comportamento nas relações

De acordo com eles, a maioria das pessoas trai por uma conexão física. Não necessariamente querem terminar o casamento, apenas são levadas pelo desejo. Também existem alguns que traem por conexões emocionais, realmente se envolvem amorosamente. Além disso, a pesquisa indica que existem cinco principais tipos de traição .

A terapeuta sexual Tammy Nelson ainda complementa: "Não há dois casos extraconjugais idênticos, mas podemos certamente isolar as principais motivações para procurar relações fora do casamento”.

De acordo com a profissional, as pessoas traem como uma forma de acrescentar uma novidade à sua vida, e não abandonar o casamento.

Leia também: O que leva as pessoas à traição? Pesquisa revela principais motivos

Os cinco tipos de traição

Após atender tantos casais, Tammy Nelson afirma que é possível classificar as traições em cinco tipos. São elas:

1. O super-herói

Um caso super-herói é aquele em que uma ou ambas as partes assumem uma nova persona que as faz se sentir fortalecidas, dando um senso de controle. Saber pouco sobre o parceiro de um caso dá aos adúlteros a chance de se passar por esse novo papel mais desejável de si mesmos.

2. O empurrãozinho

Esse é o caso onde a pessoa espera ser pego em flagrante para que possa sair de seu relacionamento. Ela trai, mas sem a preocupação de ser discreta.

3. O despertador

Alguém com o perfil de despertador espera que sua atitude distante e comportamento estranho seja notado por seu parceiro. A traição é uma forma de chamar a atenção do outro para que passe a ser tratado melhor em seu relacionamento fixo.

4. O oportunista

Um relacionamento extraconjugal nesse estilo acontece quando algo casual e platônico realmente se transforma em um affair. Se antes as intenções eram inocentes, essa traição acaba sendo uma das mais prejudiciais.

5. O aventureiro

Como o próprio nome já diz, essa é a traição típica das pessoas que gostam de intensidade. São casos marcados por aventura, emoção e diversão.

Leia também: É possível esconder um caso? Mulher adepta da traição prova que sim e dá dicas

O que todo mundo quer

A pesquisa do Ashley Madison revela que há um alto número de pessoas com o perfil aventureiro. São quase dois terços (61%) procurando suprir suas necessidades de intensidade, desafio e fantasia em uma relação extraconjugal .

"Nossos membros parecem estar tendo casos para compensar a falta de emoção em seus próprios casamentos", comenta Isabella Mise, diretora de comunicações da Ashley Madison.  "Isso não significa que eles não sejam felizes em casa, isso significa apenas que eles querem substituir a previsibilidade por um pouco de aventura - mas de uma forma discreta, e estão procurando uma pausa na monotonia da monogamia",

De uma forma ou de outra, os cinco tipos de traição relacionam-se com uma coisa: todos querem viver novas aventuras e emoções, sem necessariamente deixar o casamento.