Tamanho do texto

Tédio e vingança são os principais motivadores; veja os detalhes da pesquisa

Apesar de ser considerado algo moralmente errado para muitas pessoas, é fato que a traição é uma realidade em muitos casais. Mas, o que leva as pessoas a traírem? Para responder a questão, o site de relacionamentos extraconjugais Ashley Madison entrevistou seus usuários no intuito de descobrir como eles encaram a situação.

Pesquisa revela que os principais motivadores para a traição são o tédio no relacionamento e a vingança contra o parceiro
shutterstock
Pesquisa revela que os principais motivadores para a traição são o tédio no relacionamento e a vingança contra o parceiro

A pesquisa revelou que o principal motivador da traição  é o tédio no relacionamento (71%), seguido de 14% que justificam o ato afirmando que cometem o adultério, pois o parceiro fez o mesmo, ou seja, traem por vingança. Alguns traem porque tiveram uma discussão com o cônjuge (9%) e outros porque estavam viajando a trabalho (4%).

Muitos ainda admitem que não sentem culpa ao trair e que pouco se importam se o parceiro descobrirá ou não o adultério .  Além disso, 67% admitem que, mesmo que a infidelidade fosse descoberta, eles continuariam tendo um caro extraconjugal.

 “Para muitos deles, seus  relacionamentos extraconjugais satisfazem uma necessidade para que possam voltar para sua casa mais felizes e mais realizados”, afirma Isabella Mise, diretora de comunicações da Ashley Madison.

O que motiva continuar a traição?

De acordo com a pesquisa, 25% das mulheres afirma que a autoconfiança aumentou com a traição
shutterstock
De acordo com a pesquisa, 25% das mulheres afirma que a autoconfiança aumentou com a traição

A pesquisa também questionou aos usuários do site de relacionamento extraconjugal o que os leva a continuar traindo. As mulheres afirmam (25%) que ganham mais com seu parceiro extraconjugal do que com seu cônjuge. Ainda, 25% admitem que sua autoconfiança aumentou graças ao relacionamento fora do casamento . Além disso, uma parcela ainda afirmou que o caso contribuiu para o seu bem-estar, dizendo que gostam de estar com outras pessoas (21%), outras falam que tem se divertido mais do que em muito tempo (17%) e 8% admitem ser mais feliz.

Em relação aos homens, a principal motivação para trair é a emoção que sentem ao estar com outras pessoas. Quase 21% concordam com as mulheres em relação ao fato de que ganham mais dos seus amantes do que com seu casamento.

"A maioria das pessoas que traem diz que gosta de ter um caso", fala Tammy Nelson, terapeuta sexual e de relacionamento. “Eles podem não gostar das consequências de sua infidelidade, mas raramente se queixam da traição em si. É fácil culpar o cônjuge, mas um caso não é resultado de um casamento ruim. Um affair é o resultado de uma pessoa propositadamente buscando um relacionamento com alguém ou algo novo”.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.