Tamanho do texto

Bruna Linzmeyer e Bella Thorne foram acusadas por internautas de falta de higiene por não depilarem a axila e exibi-la peluda por aí; dermatologista fala sobre o assunto e explica qual a relação entre os pelos e a saúde; confira

Diversas artistas nacionais e internacionais já mostraram que  abandonaram a depilação e passaram a deixar à mostra os pelos não só na axila como também em outras partes do corpo. Entretanto, basta uma nova imagem surgir nas redes sociais para que receba críticas de pessoas que ainda não aceitam mulheres que não se depilam.

Bruna Linzmeyer faz parte do grupo de artistas mulheres que abandonou a depilação e deixou à mostra os pelos da axila
Reprodução/Instagram/brunalinzmeyer/
Bruna Linzmeyer faz parte do grupo de artistas mulheres que abandonou a depilação e deixou à mostra os pelos da axila

Na quarta-feira (2), a revista Marie Claire divulgou, em seu Instagram, a foto da primeira capa do ano, que traz Bruna Linzmeyer com os pelos da axila à mostra . “[A atriz] é daquelas mulheres que nos inspira sob todos os aspectos", diz um dos trechos da legenda. 

Quem acompanha a jovem de 26 anos, que está no ar em “O Sétimo Guardião”, da TV Globo, sabe que ela apoia o feminismo e defende os direitos das mulheres. Por não se importar com a opinião alheia, algumas atitudes suas causaram indignação no público, como  aparecer na praia com um pano de prato escrito “bucet*”. 

Além disso, em maio do ano passado, ela posou para um ensaio sem depilar as axilas e a virilha e, como já era de se esperar, gerou polêmica. 

Desta vez, não foi diferente. A imagem postada pela revista foi alvo de diversas críticas. Nos comentários, os usuários se mostraram agressivos em suas opiniões. “Não me representa”, disse uma mulher. “Nojo”, comentou outra. “Rídicula”, completou mais uma. “Qual a necessidade desse suvaco cabeludo, meu anjo?”, questinou uma quarta. 

Em poucos mais de mil comentários, Bruna foi acusada de ser até anti-higiênica. “Depilar pelos não é ser preconceituosa... é ter higiene”, comentou uma pessoa. “Acho que higiene não se mistura com direitos! Acho sujo e porco a axila peluda”, criticou outra. “Nojento, fora que dá mau cheiro”, constatou mais uma. 

Esse é o mesmo caso vivenciado por Bella Thorne, em novembro do ano passado. Na ocasião, a atriz postou coletânea de imagens de si mesma, Madonna e Julia Roberts com as axilas peludas. “Lindas de todos os jeitos”, escreveu na legenda.  

Assim como Bruna, a atriz Bella Thorne também foi criticada pelos seguidores após aparecer com a axila cheia de pelos
Reprodução/Instagram/bellathorne
Assim como Bruna, a atriz Bella Thorne também foi criticada pelos seguidores após aparecer com a axila cheia de pelos

Bastou isso para que o clique rendesse inúmeros comentários.  “É verdade que a maioria de nós tem pelo na axila e não é ruim deixá-lo crescer e passar semanas sem raspá-lo. Porém, pelo menos esconda. Não mostre isso porque não é sexy”, publicou um usuário. “Mesmo que eu seja uma garota, isso ainda é desagradável”, comentou outra. 

Também não faltaram comentários dizendo que a atriz era anti-higiênica ou mesmo suja por conta das axilas peludas. 

Qual a relação dos pelos na axila com a higiene? 

Especialista explica qual a relação da higiene com os pelos na axila – e mostra que não há problemas em deixá-los lá
shutterstock
Especialista explica qual a relação da higiene com os pelos na axila – e mostra que não há problemas em deixá-los lá

De acordo com a dermatologista Maria Alice Gabay, os pelos na axila têm como objetivo proteger a pele. “A escolha de deixar ou não é uma questão basicamente cultural. Não é que seja mais saudável ou menos saudável você tirar o pelo axilar”, explica. 

No caso do odor, o problema pode acontecer em ambos os casos. “Ele está ligado a uma proliferação bacteriana na glândula sudorípara que, além de eliminar o suor, também elimina uma parte de células em estado de decomposição. Quando há proliferação bacteriana nessa área, você tem o odor fétido”, afirma. 

A especialista continua a explicação. “Além da higiene diária, você tem que usar um antibiótico ou uma substância que controle essa população bacteriana e isso não tem a ver com a presença de pelos”, relata. 

Manter os pelos no corpo é um direito das mulheres – e cada uma faz o que quiser 

Chaska Lucero é uma cantora de Lima, no Peru, que decidiu abandar a depilação e aceitar os pelos na axila
Reprodução/Instagram/humano.de.laboratorio
Chaska Lucero é uma cantora de Lima, no Peru, que decidiu abandar a depilação e aceitar os pelos na axila

A cantora Chaska Lucero, de Lima, no Peru, decidiu deixar a depilação das axilas de lado há três anos, quando tinha 23. “Eu vi em fotos e sempre gostei da onda de meio andrógina. Então, eu decidi tentar para ver como ficaria e como as pessoas reagiriam”, diz em entrevista ao Delas

Segundo conta à reportagem, hoje já não se lembra mais que ter pelos na axila é visto como algo “diferente”. “No começo era estranho, mas, agora, me sinto mais livre. Sinto que posso me ver como gostaria e, mais cedo ou mais tarde, as pessoas sempre se acostumam – e, caso não, isso é problema delas”, expõe a cantora.

No final, o mais importante é que cada mulher se sinta feliz e realizada com o seu corpo . E se ela vai ter ou não pelos na axila – ou em qualquer outro lugar – é ela quem vai decidir. “Cada um deve escolher o que quer fazer com a sua vida”, finaliza Chaska.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.