Tamanho do texto

O movimento "body positive" tem tomado conta das redes sociais e mostrado que não são apenas os corpos magros que combinam com regatinhas, barrigas de fora e muita, mas muita felicidade

Não é difícil encontrar em uma pessoa que não está feliz com o próprio corpo por não se enquadrar nos padrões de beleza que são "referência" para a sociedade, ou seja, gente magra, branca, de traços finos e cabelos lisos. Apesar de o problema afetar tanto homens quanto mulheres, a cobrança com relação à aparência física pode ser extremamente pesada para elas, já que, desde sempre, espera-se que sejam delicadas, andem bem arrumadas e não explorem as próprias formas.

Leia também: Apenas 8% das mulheres estão totalmente satisfeitas com o próprio corpo

Fluvia Lacerda, a 'Gisele Bündchen do plus size', vive inspirando as seguidoras com o corpo, e ela não é a única a fazer isso
Reprodução/Instagram @Fluvialacerda
Fluvia Lacerda, a 'Gisele Bündchen do plus size', vive inspirando as seguidoras com o corpo, e ela não é a única a fazer isso


No último sábado (28), a modelo Fluvia Lacerda (considerada por alguns como a "Gisele Bündchen do plus size") publicou no Instagram uma foto que ela mesma tirou, usando uma lingerie simples e, aparentemente, sem retoques digitais que alteram a forma do corpo . Apesar de alguns "haters", a maior parte dos comentários na foto consiste em elogios, e alguns deles vão além, mostrando o quanto a representatividade é fundamental para que mulheres recuperem a autoestima

“Eu te vejo e penso: ‘Que sensual e feminina’. Aí eu percebo que tenho a mesma forma física e esse lembrete está fazendo com que eu me sinta completa novamente. Obrigada", comenta uma das seguidoras de Fluvia, que é apenas uma das muitas que se dizem representadas pela modelo nesse tipo de postagem.

Se você não se sente muito bem com o seu corpo, uma boa dica abandonar as revistas de moda convencionais e começar a se cercar de exemplos positivos. Para te inspirar, o Delas listou dez perfis de mulheres incríveis no Instagram que vão te ajudar a fazer as pazes com o "corpitcho":

Bia Gremion

Após exibir as curvas no desfile da grife LAB nas passarelas da edição de 2016 do SPFW (São Paulo Fashion Week), Bia fez história no mundo da moda como uma das primeiras modelos plus size a desfilar por lá. Em seu Instagram, a moça se descreve como “modelo plus size só que gorda”, fazendo referência ao fato de que a categoria “plus size” muitas vezes foca em pessoas tamanho 42 ou 44 e não abrange corpos muito maiores que isso. 

Em um de seus posts, a moça fala sobre como se surpreende com o amor próprio que adquiriu com o tempo. "Se alguém a uns meses atrás me contasse que eu iria estar de biquíni na praia totalmente confortável, eu iria rir", afirma ela, destacando que, antes de abraçar as curvas, esteve prestes a realizar uma cirurgia de redução de estômago.

A post shared by Bia Gremion (@biagremion) on

Genize Ribeiro

Genize também é uma modelo plus size e além de exibir fotos de lingerie e com roupinhas ousadas para incentivar o movimento “body positive”, mostrando que todos os tipos de corpos são incríveis, sensuais e vestir qualquer tipo de roupa. Além disso, a moça também discute questões relacionadas à luta do movimento negro.

A post shared by Genize Ribeiro (@genizeribeiro) on

Isabella Trad

Isabella faz o estilo mulher fatal. A conta da modelo no Instagram é recheada de fotos dela fazendo carão e poses maravilhosas por aí. Com razão, a moça desafia tudo o que as pessoas dizem que gordas não podem fazer: tem tatuagens na coxa e abaixo dos seios, usa regatas, vestidos curtos, roupas que deixam a barriga de fora e até peças justinhas.

A post shared by Isabella Trad (@beeeells) on

Leia também: Modelo com vitiligo faz sucesso desafiando padrões de beleza; confira fotos

Tamanho P

Dessa vez, a conta é de duas mulheres maravilhosas: Patricia Feitosa e Maristela Abreu. As moças comandam o Tamanho P, blog que fala de beleza, empoderamento feminino, moda, saúde e até gastronomia, além de usarem o Instagram para mostrar looks, maquiagens e, é claro, as belas curvas.

A post shared by Tamanho P (@tamanho_p) on

Thais Carla, Tatiana Lima e Letticia Camacho

Se você assistiu a alguma apresentação recente da Anitta ou viu o clipe de “Paradinha” que a cantora lançou  no final de maio, com certeza notou estas três mulheres. Thais Carla e Tatiana Lima foram apresentadas pela funkeira recentemente com as novas dançarinas do grupo que a acompanha em shows e estão botando para quebrar.

Vencedora do quadro “Se Vira nos 30” do “Domingão do Faustão”, Thais quase desistiu de seguir carreira na dança por conta do preconceito que a sociedade tem contra pessoas gordas, mas venceu comentários maldosos e tornou-se coreógrafa e dançarina. No Instagram, a moça posta fotos dos looks, de ensaios e vídeos dançando para mostrar que mulheres gordas são capazes de tudo.

A post shared by Thais Carla ♡ (@thaiiscarla) on

Além de Thais, Tatiana também tem brilhado ao lado de Anitta. Formada em educação física, a moça dá aulas e desafia a ideia de que pessoas gordas não são saudáveis ou têm aquele corpo porque não se exercitam. Na rede social, Tatiana se mostra desinibida e feliz, um ótimo exemplo para quem está tentando aceitar as próprias curvas.

A post shared by Tatiana Lima (@tatianalimmaa) on

Já Letticia, que é conhecida no meio artístico como Teece, é porto-riquenha e roubou a cena rebolando ao lado de Anitta no clipe de “Paradinha”. A moça é integrante da “Pretty Big Movement”, companhia de dança de Nova York para mulheres voluptuosas. No Instagram, Teece posta vídeos de suas performances e divulga o movimento do qual participa.


Leia também: Após ouvir que "não existe bailarina gorda", dançarina brilha ao lado de Anitta

Tess Holliday

Uma das modelos plus size mais famosas do mundo, Tess Holliday é um ótimo exemplo de força e amor próprio. Cheia de tatuagens, a bela não tem problemas em publicar fotos de lingerie no Instagram, mas também usa a rede para falar de outras questões, sobre mudanças que ocorrem no corpo durante a gravidez e a rotina de criar dos dois filhos.

Ju Romano

De acordo com a própria, Juliana é “uma gordinha de pernas curtas e cílios longos”. A moça é formada em jornalismo e, desde 2009, coordena o blog “Entre Topetes e Vinis”, voltado para todas as mulheres que não se encaixam no padrão  de corpo e beleza imposto pela sociedade. Tanto no blog quanto no Instagram, Ju dá um ótimo exemplo de como é possível ser feliz, saudável e usar as roupas que bem entender mesmo não sendo uma mulher magra.

A post shared by Ju Romano (@ju_romano) on


Louise Pentland

A britânica de 32 anos começou o canal chamado “Sprinkle of Glitter” no YouTube em 2010 para conversar sobre os temas dos quais falava em seu blog desde 2006, como beleza, moda e comportamento em geral. Após o nascimento da filha, Louise também começou a falar sobre maternidade e, mais recentemente, passou a tratar de temas como sexualidade e consciência corporal.

Sem papas na lngua, om vídeos engraçados e fotos de looks, Louise também mostra que ser uma pessoa que tem o corpo fora dos padrões não é algo ruim.

    Leia tudo sobre: Instagram
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.