Tamanho do texto

Que tal começar o ano cercada por mulheres incríveis? O primeiro passo você pode dar nas redes sociais: saiba quem são as influenciadoras que falam sobre feminismo, maternidade, movimento LGBTQ e negro e siga todas elas

Encher o feed de mulheres empoderadas pode te ajudar a conviver melhor com seus dilemas no ano de 2019
shutterstock
Encher o feed de mulheres empoderadas pode te ajudar a conviver melhor com seus dilemas no ano de 2019

Dezembro é o mês da reflexão: avaliar o que passou, reconhecer os aprendizados, exaltar as conquistas e, claro, traçar novas metas para o ano que está por vir. Mudar de casa, voltar a estudar, cuidar melhor do bem-estar, fazer uma viagem e, por que não, adicionar à lista um tópico sobre se cercar ainda mais de mulheres empoderadas?

Leia também: 10 perfis no Insta que comprovam que seu corpo não precisa seguir um padrão

Aumentar a rede de apoio feminino pode ser um ótimo jeito de começar o ano. “Juntas somos mais fortes” e mais felizes também. Ter por perto mulheres empoderadas  pode ser transformador e mudar a sua maneira de ver o mundo.

Seja sob a ótica do feminismo , do ativismo LGBTQ, do movimento negro, da aceitação corporal, da maternidade ou da política, há sempre uma mulher incrível protagonizando quebras de padrões e ajudando outras mulheres a lidarem com todo tipo de dificuldade.

Muitas delas, inclusive, estão no Instagram . Elas aproveitam a rede social para compartilhar suas rotinas, dúvidas, trabalhos, medos e conquistas e acabam estimulando mulheres a terem consciência de que, independente do problema, não estamos sozinhas.

Mulheres empoderadas para seguir no Instagram

Mulheres empoderadas e reais: veja a lista que o Delas separou de perfis para você começar a seguir em 2019
Reprodução
Mulheres empoderadas e reais: veja a lista que o Delas separou de perfis para você começar a seguir em 2019

A troca com essas mulheres, ainda que por meio digital, pode ser uma experiência incrível e engrandecedora. Que tal dar uma olhada na lista de perfis do Instagram que o Delas   separou?  Abaixo estão 8 nomes que certamente serão boas influências e devem colaborar para que você comece 2019 em ótima companhia.

1. Luiza Junqueira (@luizajunquerida)

Mulheres empoderadas: Luiza Junqueira fala sobre moda, beleza e aceitação corporal
Reprodução/Instagram
Mulheres empoderadas: Luiza Junqueira fala sobre moda, beleza e aceitação corporal

"Humana, youtuber feminista, bodypositive. Tento te mostrar que tá tudo bem você ser do jeitinho que você é". É desta forma que Luiza Junqueira resume, no curto espaço reservado para “biografia” no Instagram, o que é.

Dona do canal "Tá Querida", no YouTube, é também a idealizadora da "tour pelo corpo", que incentivou diversos influenciadores a mostrar aos seguidores quais suas "imperfeições" em relação ao corpo e tudo o que já os deixou com receio de se mostrar como são de verdade.

Em sua página, ela não fala apenas de gordofobia, machismo, outros preconceitos e autoaceitação, mas também dá dicas de uma alimentação mais saudável e equilibrada.

2. Ana Paula Xongani (@anapaulaxongani)

Mulheres empoderadas: Ana Paula Xongani é exemplo por sua determinação e ativismo no movimento negro
Reprodução/Instagram
Mulheres empoderadas: Ana Paula Xongani é exemplo por sua determinação e ativismo no movimento negro

Além de compartilhar sua vida de mãe, mulher negra, afroempreendedora e ativista, Ana Paula Xongani também é referência de moda e trata questões sobre autoestima e empoderamento feminino em suas postagens no feed e nos stories da rede social.

Ela também tem uma marca de roupas e acessórios que leva o seu sobrenome. A loja é em parceria com a mãe, Cristina. Juntas, elas fazem moda a partir de mulheres negras com referências africanas.

Leia também: 8 mulheres empoderadas para começar a acompanhar neste Dia das Mulheres

3. Gabi Oliveira (@gabidepretas)

Mulheres empoderadas: Gabi Oliveira costuma dividir nos stories reflexões importantes sobre o que acontece na atualidade
Reprodução/Instagram
Mulheres empoderadas: Gabi Oliveira costuma dividir nos stories reflexões importantes sobre o que acontece na atualidade


Outra mulher que sempre divide suas reflexões sobre assuntos super importantes e urgentes é a Gabi Oliveira. Temas como colorismo, autoestima da mulher negra, cotas raciais, estereótipos, apropriação cultural e solidão da mulher negra são pautas em seus stories e vídeos.

Com um sorriso e um astral contagiante, a comunicadora social também adora falar sobre maquiagem, cabelo, viagens, cuidados com a pele, além de comentar sobre assuntos polêmicos (ou não) que estão sendo discutidos.

4. Maria Emília Dinat (@maria.dinat)

Mulheres empoderadas: Maria Dinat é puro amor com as fotos dos filhos, mas mostra que ser mãe não exclui ser mulher
Reprodução/Instagram
Mulheres empoderadas: Maria Dinat é puro amor com as fotos dos filhos, mas mostra que ser mãe não exclui ser mulher

Difícil escolher uma foto da Maria Emília em que você não se sinta completamente apaixonada por ela e sua família. Mãe de três, a fotógrafa adora compartilhar sua rotina com as crianças, mostrando que, apesar das fotos sensacionais e poéticas que tira, a maternidade é muito maior do que a vida no Instagram.

Além disso ela também escreve textos inspiradores reforçando que a mulher não pode ser reduzida a “mãe” só porque teve filho e também fala sobre amor próprio. Ela compartilha com seus seguidores seus medos, inseguranças, conquistas, sonhos e ainda a rotina da vida como fotógrafa. Vale a pena seguir esse tour maravilhoso.

5. Louie Ponto (@pontolouie)

Mulheres empoderadas: Louie Ponto é militante do movimento LGBTQ e compartilha suas reflexões em sua página pessoal
Reprodução/Instagram
Mulheres empoderadas: Louie Ponto é militante do movimento LGBTQ e compartilha suas reflexões em sua página pessoal

Youtuber, mestranda em literatura, vegetariana e louca dos gatos, como se define em sua página no Instagram, Louie foge do padrão de feminilidade, e fala bastante sobre estereótipos de gênero na rede social. 

A jovem também é lésbica, então ainda trabalha com o público temas que tratam da temática LGBTQ para mostrar que, sim, representatividade importa!

6. Letticia Munniz (@letticia.munniz)

Mulheres empoderadas: Letticia Munniz é sem papas na língua e mostra que mulheres podem fazer o que elas quiserem
Reprodução/Instagram
Mulheres empoderadas: Letticia Munniz é sem papas na língua e mostra que mulheres podem fazer o que elas quiserem

Sabe aquela amiga que você liga de noite desesperada porque precisa de um conselho urgente? A Letticia é dessas. Aliás, ela é tão dessas que tem até um quadro chamado #LelêResponde, onde as seguidoras enviam suas dúvidas sobre relacionamento e autoaceitação. As respostas, além de muito engraçadas, sempre partem de uma perspectiva feminista, no intuito de ensinar mulheres a deixarem de se julgar e julgar as outras e serem mais felizes.

Para quem estiver na bad, é só dar passadinha no feed da Letticia que o astral muda na hora. Além de atriz, ela também é humorista e compartilha momentos hilários da rotina dela de um jeito real que fica difícil não se identificar. Com o lema “Humor para empoderar e unir mulheres”, é assim que ela se define - e consegue fazer essa missão muito bem!

7. Nátaly Neri (@natalyneri)

Mulheres empoderadas: Nátaly Neri abre sua vida e conta um pouquinho de tudo: beleza, moda, militância e muito mais
Reprodução/Instagram
Mulheres empoderadas: Nátaly Neri abre sua vida e conta um pouquinho de tudo: beleza, moda, militância e muito mais

Graduanda em Ciências Sociais, youtuber, vegetariana, feminista e militante do movimento negro. Nátaly Neri é daquelas que compartilha sua rotina para estimular a autonomia financeira, intelectual e estética da mulher negra, a partir de discussões sobre consumo consciente e autônomo, racismo e empoderamento feminino. Tudo isso exposto em suas reflexões nos stories.

Com várias dicas de beleza, ela sempre tenta incentivar o uso de makes naturais, produzidas a partir de elementos orgânicos e que possam ser feitas em casa. Nátaly também compartilha sua rotina como estudante e youtuber, fala sobre seu cotidiano e relacionamento com o blogueiro trans Jonas Maria. 

8. Ellora Haone 

Mulheres empoderadas: Ellora Haone usa a conta do Instagram para dividir sua vida de um jeito descontraído e cheio de reflexões
Reprodução/Instagram
Mulheres empoderadas: Ellora Haone usa a conta do Instagram para dividir sua vida de um jeito descontraído e cheio de reflexões

Ellora Haonne é mais uma daquelas que você precisa seguir porque vai encontrar de tudo. No perfil do Instagram ela discute assuntos cotidianos simples, como aceitação do próprio corpo, religião, mudanças na vida, moda, beleza, trabalho e arte. De um jeito simples e bem humorado, Ellora fala de assuntos que, muitas vezes, passam despercebido com a correria do dia a dia.

Leia também: Gordofobia: 5 mulheres que viralizaram ao responder comentários sobre peso

Anotou todas as dicas? Agora que você já está pronta para começar o ano munida de conselhos de mulheres empoderadas , é só continuar a montar sua lista de metas. Saiba que o primeiro passo para conquistá-las você já deu: fica mais fácil alcançar os objetivos quando estamos trilhando nossos passos em boa companhia.

    Leia tudo sobre: instagram

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.