Tamanho do texto

Confira quais as influências que o paneta Marte pode trazer como regente

Se você é ligada em assuntos que envolvem os astros, deve saber que todo ano possui um planeta regente, que pode trazer tendências que interferem no dia a dia e no bem-estar geral até o próximo ano novo astrológico. Enquanto Júpiter é o regente 2018 , o próximo ano vai ter a influência de Marte — mas isso não significa que será um período mais tranquilo. 

Como planeta regente de 2019, Marte promete um ano agitado e com muita vontade de correr atrás dos objetivos
shutterstock
Como planeta regente de 2019, Marte promete um ano agitado e com muita vontade de correr atrás dos objetivos

De acordo com a astróloga Virginia Gaia, o ano de 2019 promete ser de grandes começos para quem tiver atitude, isso porque o planeta regente é considerado o patrono da guerra e do impulso sexual. "Marte é conhecido por ser o grande ativador do céu, responsável pela iniciativa e pelo impulso individual em direção às conquistas da vida", diz. 

A profissional explica que, diferente dos signos e mapas astrais que são individuais, a influência do regente do ano é sentida por todos, de forma coletiva. "Essa influência permeia os ânimos da sociedade e aponta quais serão os grandes temas ao longo dos próximos 12 meses."

Com a regência de Marte , o que se pode esperar para o próximo ano é que teremos muita energia na busca dos nosso objetivos, mas isso também pode acabar gerando alguns conflitos e discussões. "2019 será um ano agitado e deve trazer a grande oportunidade do exercício pleno da vontade, mesmo que isso venha a causar alguma tensão entre as pessoas. Além disso, não podemos perder de vista que todos têm direito à individualidade e merecem respeito." 

Outro ponto importante é que a regência anual de Marte deve ser analisada no contexto dos demais trânsitos planetários. Júpiter estará de passagem pelo signo Sagitário, Saturno e Plutão em Capricórnio e Urano ingressará em Touro. "A passagem desses planetas por esses signos colocam em evidência as discussões ideológicas, mudanças no âmbito do poder e dos governos, e a relação das pessoas com o dinheiro."

Leia também: O que é paraíso e inferno astral e como encará-los da melhor forma?

Por que Marte é o planeta regente de 2019?

A escolha do planeta regente é determinada por um cronograma cíclico e, em 2019, é a vez de Marte influenciar o ano
shutterstock
A escolha do planeta regente é determinada por um cronograma cíclico e, em 2019, é a vez de Marte influenciar o ano


A designação dos planetas regentes é adotada por uma vertente da astrologia, denominada de Astrologia Caldaica, e determinada por um cronograma cíclico. Assim, a regência de Marte acontece em 2019 porque este é o terceiro ano de um ciclo de 36 anos regidos pelo planeta Saturno, que teve início em 2017.

Dessa forma, haverá uma diferença substancial em relação a 2018, cujo o regente é Júpiter. "Pode-se dizer que saímos de um ciclo marcado por grandes ideais para a consolidação de planos de longo prazo e estamos entrando em um ano que será marcado pela vontade de realizar e brigar por ações efetivas em direção à concretização de objetivos e sonhos", finaliza a astróloga. 

Se você quer ir além da influência do planeta regente , descubra também o que o horóscopo de cada signo revela para 2019

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.