Tamanho do texto

Californiana sofria com as consequências da perda de mais de 68kg, mas seguidores no Instagram não gostaram de vê-la fazendo a operação

Amanda Roberts é uma californiana que chamou atenção de muita gente após perder 68kg. Para se ter uma ideia, só na rede social Instagram são mais de 71,5 mil pessoas acompanhando sua história. O que mais chamou atenção de tanta gente foi o discurso de autoaceitação da jovem que ficou com 6kg de excesso de pele, principalmente na região do abdômen.

Leia também: Blogueira reage à comentários negativos contra seu corpo de forma incrível

Influenciadora digital Amanda Roberts ganhou cirurgia para remoção do excesso de pele durante programa de televisão
Instagram/mandas_muffintop/Reprodução
Influenciadora digital Amanda Roberts ganhou cirurgia para remoção do excesso de pele durante programa de televisão

O fato é que Amanda não tinha dinheiro para realizar a cirurgia de retirada de pele e sabia que teria de ficar daquela forma por um longo período. Só que ter mais pele do que o necessário gera uma série de consequências que vão além da estética: irritação, dor e possíveis infecções. Com a fama conquistada nas redes sociais e a história de superação, a californiana acabou ganhando a cirurgia de um programa de televisão local. 

O que ela não esperava era a reação negativa de alguns de seus seguidores, que passaram a duvidar de seu amor próprio apenas por ela ter aceitado retirar a pele que lhe causava desconforto – mesmo ela nunca tendo omitido o desejo de passar pelo procedimento.

Leia também: Ainda dá tempo de cumprir as metas estabelecidas para 2017; veja dicas

“Eles disseram que, se eu realmente me amasse, não iria querer mudar nada em mim mesma. Mas a forma como eu vejo é que, se você ama você mesmo, vai fazer tudo o que você sente que é melhor para seu corpo”, afirma Amanda em entrevista ao “BuzzFeed” internacional. “Amar-se é uma jornada tão pessoal. Não deveria haver nenhum tipo de guia ou critérios para amor próprio ou aceitação do corpo, a não ser estar sempre trabalhando em se amar.”

Aceitação

A jovem, que é mãe de uma menina, explica que antes da cirurgia aprendeu a amar seu excesso de pele porque sabia que ele faria parte de sua realidade após o emagrecimento. “Ao invés de vê-lo como uma lembrança ruim do passado, decidi encará-lo como um troféu de quão longe eu já havia chegado na minha jornada.”

Quando a cirurgia foi oferecida, ela até teve certa dificuldade de aceitar, mesmo estando aliviada. Ela sabia o quanto havia se esforçado para amar toda mudança pela qual seu corpo havia passado.

Leia também: Plus size também pode ser angel: modelo refaz fotos da Victoria’s Secret

Hoje, além de ensinar outras pessoas a se amarem como realmente são e a buscarem o que acreditam ser melhor pela elas mesmas, Amanda também nos mostra que é preciso ter mais compaixão e compreensão pela vida do próximo – afinal de contas, o corpo é dela, e é ela que sabe o que é melhor para ele.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.