Tamanho do texto

Muitas pessoas têm optado por recomeçar a vida fora das grandes cidades; algumas já lançam mão de novos modelos de construção residencial

Mudar-se para condomínios residenciais ou optar por uma cidade mais tranquila no interior tem sido uma frequente opção por busca de qualidade de vida para muitas pessoas e empresas. No caso das empresas, uma mudança de sede busca menores custos de produção, incentivos fiscais favoráveis e melhores condições logísticas. 

Esse olhar para o interior remete à busca de novas oportunidades. Daí que para muitas pessoas construir uma nova casa pode ajudar a resgatar uma memória afetiva da época dos nossos pais e avós, a qual os grandes condomínios de edifícios ainda não dominavam as grandes metrópoles. 

construção em estilo stell frame
Pinterest
construção em estilo stell frame. Projeto: Cornetta Arquitetura

E hoje, a arquitetura aliada à construção civil oferecem opções modernas que consideram materiais com custo muitas vezes menor e que permitem que a nova morada “trabalhe”, por exemplo, em harmonia com o meio ambiente. 

Assim, temos sistemas construtivos limpos, escolha conscientes de materiais, busca por novas soluções arquitetônicas alinhadas a custos acessíveis, conforto térmico e energético e maior integração com o meio inserido.

Existe, nesse contexto, um resgate ao que realmente é essencial em um lar: uma construção de valores e princípios. 

A seguir, a coluna Dentro de Casa lista algumas premissas importantes antes de você construir sob parâmetros mais modernos: 

Implantação: pensar na disposição dentro do terreno do programa definido, demarcando cada parte da construção, analisando declive/aclive, entorno, dividas, regras do condomínio ou da cidade inserida, posição do sol, ventos e elementos como: árvores, calçadas, grades, muros, etc;

Sistema construtivo: escolher o método construtivo envolve estudos além de análise orçamentário. É importante avaliar, entre outras questões, os materiais disponíveis na região, o tempo de obra e questões ambientais.  No Brasil estamos mais habituados a usar o sistema construtivo de alvenaria convencional ou o concreto pré-moldado, mas existem diversos outros tipos de sistemas construtivos inovadores como steel frame, sistema construtivo industrializado e racionalizado. Sua estrutura é formada por perfis de aço galvanizado e seu fechamento é feito por meio de placas cimentícias, de madeira ou drywall. A principal diferença do steel frame para os outros sistemas é a limpeza do canteiro de obras, pois a geração de resíduos é mínima e não há necessidade do uso  excessivo de água; 

Conforto e sustentabilidade: ventilação e iluminação são essenciais para o conforto térmico ambiental. Utilizar elementos como brise soleil e optar por soluções de cobertura como telhado verde ou telhas com isolante térmico auxiliam na temperatura interna do ambiente. Uma boa opção é estudar as aberturas para a circulação do ar, contribuindo para a ventilação natural, reduzindo, por exemplo, a utilização de sistema de ar-condicionado; 

Aquecimento solar: sistema com preço ainda elevado no Brasil para um primeiro investimento, mas que a longo prazo, torna-se uma solução rentável. Utiliza-se da maior fonte de energia que possuímos, o sol, e, a partir da redução do uso da rede de energia disponível na sua cidade, inicia-se uma espécie de Poupança Solar para seu bolso; 

Sistema de captação de água de chuva: investir nessa solução é uma excelente opção para irrigação de jardim, limpeza de áreas molhadas (pisos), vaso sanitário, entre outras opções que não necessitam de água potável; 

telhado verde
Divulgação
Telhado verde. Projeto: Arthur Casas

Dica da Helô: são nesses detalhes que o trabalho de um arquiteto ou engenheiro atua, como função central no uso consciente de materiais, alinhado aos valores monetários integrados ao meio ambiente.

Consulte um profissional capacitado que possa te auxiliar a criar novos caminhos, dentro das suas expectativas, mas visando que, o que pode parecer apenas um desejo hoje, pode tornar-se a necessidade do futuro.

Leia Mais:

Saiba como identificar risco de colapso num imóvel; confira dicas e se previna

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.