Tamanho do texto

Saiba qual a ideal alternativa para deixar o seu ambiente residencial melhor adaptado à nova estação: do ar condicionado ao ventilador

O verão chegou com tudo e, para algumas pessoas, a estação é sinônimo de noites mal dormidas, janelas abertas na esperança de uma corrente de ar e lençol encharcado de suor no dia seguinte. Tudo isso nos remete a seguinte pergunta: p or que não investir em um sistema de resfriamento?

Antes de iniciar uma reforma, esse item se tornou como essencial na maioria dos projetos que atuei nos últimos anos. Isso porque a temperatura externa influencia diretamente no funcionamento do corpo humano e na sua capacidade de adaptações. Climatizar um ambiente aumenta a sua qualidade de vida, já que o conforto térmico é essencial para o perfeito funcionamento do nosso organismo.

Que climatizar a sua casa e enfrentar o verão rindo? Então olho nas dicas

Ar-condicionado de parede

Os aparelhos estão cada vez mais modernos, seja na eficiência energética, na estética ou no ruído emitido. Sua instalação é mais complexa e requer diversos cuidados:

§  Verifique as condições elétricas do imóvel: é necessário um disjuntor independente para cada aparelho condensador;

§  O kit, para um ambiente de até 25m², é composto por uma máquina evaporadora (unidade interna) e uma máquina condensadora (unidade externa), interligadas através de uma rede de tubulação frigorígena, Existem diversas modelos no mercado como bi-split (duas evaporadoras + uma condensadora), tri-split (três evaporadoras + uma condensadora) e os multi-splits (mais de quatro evaporadoras para uma unidade condensadora);

§  É importante verificar o tamanho do ambiente antes da aquisição do aparelho porque é variada a capacidade de refrigeração – os chamados Btus.

§  É necessário um dreno para conexão da mangueira da água condensada. Lembre-se que a água é descartada por gravidade, então avalie muito bem a interligação deste cano.

§  A condensadora deve, preferencialmente, ser instalada na área externa do imóvel para que haja troca de calor e de fácil acesso para manutenção;

§  Seu consumo de energia é maior – atentar-se ao selo do Procel;

§  Você pode adquirir um equipamento com a função quente e frio, assim você aproveita o ar-condicionado em todas as estações do ano;

§  Contrate uma empresa especializada para a instalação dos equipamentos;

§  E lembre-se que, por ser mais complexo, você pode necessitar de outros profissionais para a execução completa dos serviços como encanador (para o dreno), pintor (fechamento de possíveis buracos na parede e pintura) e eletricista (adaptações elétricas necessárias).

Ar-condicionado portátil

Como o próprio nome diz, ele permite ser levado para qualquer cômodo da casa, desde que esse tenha uma janela para a troca de calor.

§  A principal vantagem é a mobilidade;

§  Não requer quebra-quebra e nem mão-de-obra especializada para a instalação;

§  Ideal para ambientes pequenos e para prédios ou casas que não podem modificar instalações, como imóveis alugados;

§  Produzem mais ruídos que os aparelhos de ar-condicionado de parede;

§  Alguns modelos acumulam água no reservatório, podendo gerar transtornos durante o esvaziamento do mesmo;

§  É necessário um adaptador na janela para evitar um vidro “entre aberto”.

Peça para acoplar na janela para saída de tubulação do duto do ar-condicionado portátil
Divulgação
Peça para acoplar na janela para saída de tubulação do duto do ar-condicionado portátil

Dica da Helô: a manutenção dos aparelhos de ar-condicionado é fundamental para a sua eficiência. Limpe os filtros regularmente, mesmo em períodos de não utilização.

Ventiladores

No quesito economia, os ventiladores ganham com larga vantagem. Mas será que vale a pena mesmo? Confira abaixo:

§  O preço é muito acessível – a partir de R$100,00 conseguimos excelentes modelos;

§  Apresentam baixo custo de energia, mesmo ligado por longos períodos;

§  Baixa manutenção;

§  A instalação de ventiladores de teto é prática e necessita apenas de um eletricista – ou do sistema DYI (faça você mesmo);

§  Em dias de calor intenso, o ar que circulará é o presente no ambiente, ou seja, não refresca o local;

§  Os aparelhos ajudam a espalhar partículas e direcionam o vento para um único ponto;

§  Pessoas com problemas respiratórios e alergias devem evitar, pois a circulação pontual alinhada com excesso de pó pode espalhar vírus e bactérias, causando danos à saúde. 

Dica da Helô: a variação de temperatura durante a noite é normal, sendo a madrugada um pouco mais fria. Essa oscilação pode ocasionar resfriados, se deixar o ventilador ligado a noite toda. A dica é adquirir um modelo com temporizador e programá-lo para desligar automaticamente.

Leia também:

Saiba como renovar a sua casa apostando em novos móveis

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas