Na última semana um dos assuntos mais falados na mídia é "abuso infantil" , com casos de crianças abusadas por conhecidos, por parentes, e muitas vezes por pessoas que deveriam estar protegendo essas mesmas crianças.

abuso
shutterstock
Os pais devem alertar as crianças para sinais de abuso



Como proteger as crianças dos abusos?

A partir do momento em que a criança começa a entender o que lhe é dito, mais ou menos a partir dos 3 anos, os pais ou responsáveis devem alertar a criança, não para " abuso" dificilmente uma criança entenderá o significado dessa palavra, os pais devem alertar para o que é certo e o que é errado.


Neste caso não há conceito,  certo e errado são fatos, onde e como é aceitável ser tocado, o que pode ou não ser mostrado para a criança, o que pode ou não ser dito perto de uma criança, os limites não são maleáveis.

Os pais devem deixar claro para os seus filhos quais são os limites, e além disso estabelecer um canal de comunicação com a criança, para que ela possa trazer para os pais acontecimentos que sejam desconfortáveis e estejam fora dos limites estabelecidos.

Quando vemos crianças abusadas repetidamente sem que os pais ou responsáveis percebam, ou que a criança denuncie, nos apressamos a julgar, como os pais não perceberam? como a criança não contou? Não há uma resposta simples, mas a resposta passa certamente por conhecimento, se você não sabe que está errado, como irá denunciar?

Uma criança abusada, precisa saber que aquilo é abuso, que não deveria estar acontecendo, que não acontece em outras casas, somente se ela for alertada para o que pode e não pode, ela poderá julgar como errado o que está acontecendo com ela.

Na mesma situação estão os pais, os pais devem saber como age uma criança abusada, para que possam detectar na mudança de comportamento de seus filhos um possível abuso.

Após detectado e sanado o abuso, quais são as consequências para as crianças?

As consequências são na maioria dos casos, emocionais, já que as físicas são geralmente mais facilmente superadas. É interessante o fato de que o abuso predominantemente físico, gera sequelas predominantemente emocionais.

A dor física acontece na hora do abuso e , quase sempre, passa, porém a dor emocional é carregada por toda a vida. Apoio dos pais e apoio psicológico é primordial para ajudar crianças abusadas a entenderem e superarem a dor.

Psicólogos, psicanalistas, psiquiatras, ou outros profissionais da área, devem acompanhar a criança e os pais, auxiliando para  que os sentimentos envolvidos sejam entendidos e armazenados nos devidos lugares.

Sentimentos de dor, raiva, culpa, geralmente estarão presentes, porém não podemos mudar a maneira como as outras pessoas agem, podemos sim mudar a maneira como lidamos com isso

    Veja Também

      Mostrar mais