O que mais te deixa feliz, quando o seu filho esta fazendo uma atividade complicada e pede a sua ajuda, ou quando ele faz sozinho e não precisa de você?

mãe
Pixabay
Seja uma boa mãe e de independência ao seu filho


A sua resposta pode ser um termômetro de o quanto boa mãe você é. Ser mãe é um aprendizado, que tal nesse aprendizado você incluir e ir tornando-se cada vez mais desnecessária na vida do seu filho.

Não estou falando de amor e tão pouco de responsabilidade, estou falando de autonomia, independência, de proporcionar ao seu filho a oportunidade de auto-gestão.


Crianças que são criadas desde pequenas tendo independência, crescem mais confiantes e menos suscetíveis a sofrimento por decepções de projetos não realizados.

Dar independência a uma criança não significa desampara-la, mas sim deixar a criança aprender através de acertos e erros, deixar a criança tentar.

Não corra para fazer aquilo que ela fracassou, deixe que tente mais uma vez, seja solidaria aos erros, ajude nos projetos, mas não faça por ela.

É maravilhoso para uma mãe tornar-se desnecessária, isso deve significar para ela, que ela é uma ótima mãe, uma mãe que da a chance ao seu filho de ser ele mesmo, de descobrir quem ele é.

O amadurecimento da criança depende muito da maneira como a mãe a trata, há mães que mantem a criança na sua dependência até a fase adulta, filhos imaturos, que não conseguem enfrentar as novas fases da vida, adultos que agem como crianças mimadas e que esperam sempre que alguém resolva os seus problemas e não sabem lidar com as consequências dos seus atos.

No caso dos filhos, quando a criança age de maneira independente da mãe, quando a mãe sente que esta perdendo algo, algum controle, essa perda na verdade é um ganho, um ganho que seu filho terá, um ensinamento, para ambos.

A ligação entre mãe e filho é estudada de muitas maneiras e em muitos níveis, a criança quando crescer será um reflexo de tudo que ela absorveu na infância, cabe a mãe fazer com que suas experiencias sejam construtivas.

Dar independência ao seu filho pode te fazer sofrer, mas a longo prazo é o melhor que você pode fazer por ele.

    Veja Também

      Mostrar mais