Tamanho do texto

Com essas dicas, a sua noite de sono será muito mais relaxante e agradável

O que é necessário para ter uma boa noite de sono? Ter uma alimentação balanceada, escolher o colchão adequado, controlar a temperatura do quarto e, claro, acertar na escolha do travesseiro ideal. Assim como os outros elementos, o item que você apoia a cabeça ao deitar também merece uma atenção especial.

Leia também: Como escolher um colchão adequado e montar a cama estilo capa de revista?

mulher com travesseiro
shutterstock
Consultora do sono ensina a como escolher o travesseiro ideal para que você possa ter boas noites de sono ao deitar

Segundo a consultora do sono da Duoflex, Renata Federighi, existe um travesseiro ideal que se adapta melhor às necessidades de cada pessoa. De acordo com a profissional, algumas dicas podem ajudá-lo a escolher a peça que irá passar longas horas com você durante a noite. Ela também ensina como conservar esse importante parceiro do sono.

Como encontrar o travesseiro ideal

Para encontrar o modelo ideal, é necessário considerar três pontos. Os dois primeiros envolvem a posição que você dorme e seu biotipo. “O produto deve preencher o espaço entre a cabeça e o colchão e proporcionar alinhamento da coluna cervical com o tronco. Isso significa que, ao deitar de lado, o pescoço deve formar um ângulo de 90º com o ombro”, diz Renata.

imagem mostra a forma correta de usar o travesseiro
shutterstock
"Ao deitar de lado, o pescoço deve formar um ângulo de 90º com o ombro”, orienta Renata Federighi, consultora do sono

O terceiro aspecto é levar em conta seu gosto pessoal. Aqui, o importante é definir o toque que mais lhe agrada, a densidade da espuma, o formato, se haverá proteção antiácaro e outros fatores. “Uma pessoa alérgica dá maior atenção à proteção, enquanto alguém que produz muito suor prioriza o frescor do travesseiro”, comenta a consultora.

Leia também: Insônia é um problema? Veja truque para adormecer em minutos

Todos esses detalhes fazem a diferença na hora de dormir – e por esses motivos é importante saber qual o melhor travesseiro para você. Isso porque, ao ter uma noite ruim, vários problemas podem surgir, como alteração no humor, cansaço extremo, agitação, problemas de circulação e até mesmo dores pelo corpo por conta da má postura adotada durante o sono.

No mercado, há diversas opções usadas nos travesseiros. Algumas delas são:

  • Látex

Essa alternativa permite maior maior ventilação e evaporação – e mantém o travesseiro seco e fresquinho. Por ser altamente elástico, seu uso é recomendado para pessoas que necessitam de um item com maior sustentação para cabeça durante o sono e transpiram muito durante a noite.

  • Espuma viscoelástica (Nasa)

Macio e moldável, adapta-se melhor ao contorno do corpo e oferece menor pressão e maior capacidade de absorção do peso da cabeça e do pescoço. Por ser termossensível, a espuma acompanha a temperatura corporal, proporciona maior conforto térmico e uma agradável sensação de aconchego.

  • Poliuretano

Com alto poder de ventilação, permite eliminar a umidade e a transpiração. Retarda o aparecimento de odores desagradáveis ocasionados pelo suor. Com leveza e frescor, proporciona máximo prazer ao repouso e uma noite de sono agradável e relaxante. É macio e fofinho!

Qual a validade do travesseiro?

Renata detalha que, uma peça produzida em espuma especial de alta qualidade, pode durar anos. No entanto, por se tratar de um produto usado diariamente, ele acumula umidade, gordura, suor e outras secreções com o passar do tempo, que facilitam a proliferação de ácaros. “O ideal é realizar a troca dos travesseiros a cada dois anos”, indica.

Como limpar o travesseiro?

Para conservá-lo, a orientação é deixar o produto em luz indireta, protegido por uma fronha. “Mantê-lo em exposição direta ao sol pode elevar a temperatura de sua espuma de maneira exagerada. Isso deixa o ambiente ainda mais propício à proliferação de bactérias”, alerta a consultora da Duoflex.

E qual a melhor posição para dormir?

mulher dormindo
shutterstock
Especialista fala sobre qual a melhor posição para dormir e dá outras dicas para evitar prejuízos à saúde durante a noite

Você sabia que, segundo uma pesquisa feito pelo Instituto do Sono, o brasileiro não tem dormido direito? Para se ter uma ideia, somente em São Paulo, mais de 60% da população sofre com problemas para dormir. Os motivos variam, mas a reclamação é geral. O que nem todo mundo sabe, no entanto, é que a maneira escolhida ao deitar tem relação com isso.

De acordo com o fisioterapeuta Santiago Munhos, diretor da clínica Santibras Fisioterapia, a forma como a pessoa dorme pode fazê-la desenvolver problemas nas costas, no pescoço e no ombro. Diante disso, é importante saber qual a melhor posição para dormir . A recomendação é dormir de lado para não ter ação da gravidade na coluna.

"O ideal é que a pessoa fique com o corpo quase que esticado, com um travesseiro em uma altura que não deixe a cabeça inclinada nem para baixo e nem para cima, e com um travesseiro entre as pernas, para alinhar melhor o tronco", afirma o especialista. A forma fetal deve ser descartada, uma vez que ela é prejudicial ao corpo.

Se você tem o sono pesado e se mexe muito durante a noite, a dica é fazer um esforço para começar a noite na postura recomendada e, ao acordar em outra disposição, fazer o possível para voltar à original.

Munhos explica que a pior posição é a “queda livre”. Ela acontece quando a pessoa deita de barriga para baixo e mantém os braços na altura da cabeça. "Nesse caso, não há nada que possa ser feito para não prejudicar a coluna. A cabeça fica para um lado, mais tensa, e a coluna acaba sofrendo com a ação da gravidade", afirma.

Vale ressaltar que, com a cabeça virada e o corpo reto, a pessoa pode sofrer com torcicolo, contratura muscular na região do trapézio, compressão de nervo na região do ombro e ainda sofrer com outras lesões.

Segundo Santiago, quem dorme de barriga para cima consegue tirar o travesseiro da cabeça e colocar um embaixo do joelho, tornando-a menos desfavorável. "Nesse caso, vale um alerta para as pessoas mais obesas: dormir nessa posição pode atrapalhar as vias aéreas, fazendo com que quem está acima do peso ronque", diz.

Leia também: O que comer antes de dormir? Ou é melhor ir para cama sem comer nada?

Além de escolhr o travesseiro ideal , outra dica importante e que vale ser seguida é fazer exercícios de alongamento logo ao acordar. Eles trazem benefícios para todo o corpo. "Para a coluna, só é mais interessante porque como você passou, na teoria, oito horas deitado, sem ação da gravidade, os discos estão mais lubrificados, com mais água e fluem melhor. É quando se consegue um resultado mais eficaz", conclui.

    Leia tudo sobre: casa