Tamanho do texto

O sofá está no tamanho errado na sala de estar? E o tapete? Como deixar o layout do cômodo mais funcional sem prejudicar a circulação? Confira dicas

Na hora de estruturar a sala de estar,  alguns erros comuns podem acontecer e prejudicar o visual do cômodo. Além disso, quando os móveis e os demais itens que integram o ambiente estão posicionados de forma errada, a circulação acaba sendo prejudicada na mesma intensidade que a estética do local.

Alguns erros comuns podem trazer prejuízos para a sala de estar, mas a boa notícia é que dá para evitá-los; saiba como
Pexels
Alguns erros comuns podem trazer prejuízos para a sala de estar, mas a boa notícia é que dá para evitá-los; saiba como


Para ajudar a resolver esses problemas, a reportagem do Delas listou os pontos que costumam gerar dúvidas nos moradores – e como eles podem ser evitados. Confira e veja como deixar sua sala de estar sempre linda, harmoniosa e aconchegante.

1. Sofá desproporcional ao ambiente 

Na sala de estar, o sofá precisa ser proporcional ao tamanho do cômodo para não trazer prejuízos e atrapalhar a circulação
Pexels
Na sala de estar, o sofá precisa ser proporcional ao tamanho do cômodo para não trazer prejuízos e atrapalhar a circulação

Antes de escolhê-lo, é necessário experimentar e ver se o item atende todas as necessidades dos moradores. Diante disso, o primeiro passo é analisar a densidade da espuma, a altura da peça - uma vez que as opções mais baixas podem não ser as mais confortáveis para idosos, por exemplo -, o preço, a estrutura, as almofadas e, finalmente, as medidas. 

A seleção errada do tamanho do sofá em comparação com as proporções do cômodo pode prejudicar a estética e a funcionalidade do ambiente. Afinal, esse elemento é o centro das atenções na sala de estar e, por isso, deve ser escolhido com cautela e atenção. Um modelo grande em um local pequeno pode tirar a circulação do cômodo, o que faz as pessoas tropeçarem e, eventualmente, se machucarem. 

De acordo com a designer de interiores Patrícia Hagobian, algumas medidas podem ajudar. O ideal é deixar, pelo menos, 70 cm nas laterais do sofá para que se possa circular tranquilamente. Além disso, a distância entre a mesa de centro e o item deve estar entre 50 cm e 90 cm. Já em relação à TV, a recomendação é posicioná-lo em um mínimo de 1,10 m. 

2. Tapete nas medidas erradas 

Para colocar o tapete na sala de estar, é fundamental ter as medidas certas do cômodo e não errar no tamanho do item
Pexels
Para colocar o tapete na sala de estar, é fundamental ter as medidas certas do cômodo e não errar no tamanho do item

O tapete ajuda a dar um toque especial à sala e, ainda, a decorá-la com elegância e sofiticação. No entanto, quando a peça é menor ou maior que o local, pode ficar desproporcional e prejudicar a harmonização. Dessa forma, a primeira etapa é ter as medidas do cômodo na hora de comprá-lo para não errar. 

“Uma dica bacana e que ajuda a evitar acidentes é colocar os móveis em cima do tapete, pois, além de delimitar, se ganha espaço. Em ambientes grandes, você pode arriscar sem medo colocar um modelo mais amplo”, diz Patrícia. “O ideal é deixá-lo 0,10 cm para dentro do sofá”, completa a designer de interiores Jóia Bergamo.

Sobre os materiais, há diferentes alternativas à disposição do consumidor. Os mais duráveis são os de lã, que ainda são ideais para os dias frios. Em temperaturas mais mornas, pode-se usar algodão e juta. Os de nylon e fibra sintética também são bem-vindos. A decisão, no entanto, vai depender do estilo de cada local. 

3. Errar no layout da sala de estar

É importante considerar o layout da sala de estar para evitar que os móveis atrapalhem a circulação dos moradores
Martin Szmick
É importante considerar o layout da sala de estar para evitar que os móveis atrapalhem a circulação dos moradores

A forma como os móveis são dispostos em um ambiente pode afetar o conforto, o espaço e a funcionalidade. Por conta disso, o layout deve ser pensado em conjunto com o desejo de cada morador. “O propósito é apenas receber amigos? Ter uma TV e um cantinho de leitura? Definido o objetivo, é hora de colocar a mão na massa”, explica Patrícia. 

De início, veja a sala como uma tela em branco – e, então, vá adicionando os itens. O ideal é começar pelas peças maiores, como sofá, poltrona, estante, cadeiras etc. Se algo não ficar legal logo de primeira, não hesite em mudar até encontrar a posição mais adequada. Em seguida, é a vez dos objetos menores entrarem em cena para dar o toque final no décor .

“Para não errar, evite a compra de peças caras e desconfortáveis. Lembre-se sempre de ligar o objetivo do espaço com as peças. Se você pretende receber os amigos, tenha quantidade suficiente e confortáveis de assentos. Se a ideia é curtir uma maratona de seriados, seria interessante um sofá retrátil, com uma chaise ”, orienta Patrícia. 

Além desses pontos, é importante prestar atenção - e evitar - alguns erros comuns, como encostar o sofá na parede e não permitir que a cortina chegue até o chão. A iluminação, quando não é feita da maneira correta, também pode trazer prejuízos. “É preciso que haja um equilíbrio para que seja confortável aos olhos”, ressalta Patrícia. 

4. Não adotar móveis funcionais 

Ter móveis funcionais na sala de estar ajuda a economizar espaço; aqui, dá para sentar e também usar como mesa de centro
Pexels
Ter móveis funcionais na sala de estar ajuda a economizar espaço; aqui, dá para sentar e também usar como mesa de centro

Principalmente em lugares menores, adotar móveis com mais de uma função é essencial para economizar espaço e conseguir aproveitá-los da melhor maneira possível. Nichos, prateleiras e gavetas são ótimas para ajudar a armazenar os itens mais miúdos. Além disso, um pufe pode servir como uma mesa de centro. Sofá-cama e mesa dobrável/retrátil são opções úteis também e que valem o investimento.

5. Deixar de combinar estilos 

Para quebrar a monotonia da sala de estar, aposte em cores e misture estilos. O resultado pode surpreender e encantar
Pexels
Para quebrar a monotonia da sala de estar, aposte em cores e misture estilos. O resultado pode surpreender e encantar

Seja por medo ou receio de errar nas combinações e não gostar do resultado, muitas pessoas deixam de lado o desejo de combinar estilos e, assim, trazer mais personalidade à casa. “É preciso transmitir a essência dos proprietários. Misturas como o moderno e o clássico, o antigo e o novo, o rústico e o clean ou até mesmo cores muito diferentes serão bem-vindos se usados com equilíbrio. Esse é o segredo”, indica Patrícia. 

A profissional ressalta que a sala pode ser ricamente decorada com um sofá em linhas retas e duas poltronas clássicas. As mesclagens ajudam a quebrar a monotonia e dar um upgrade na decoração sem deixá-la sobrecarregada. 

6. Esquecer do conforto

Adotar almofadas no sofá é uma das medidas para deixar a sala de estar mais confortável, aconchegante e agradável
Martin Szmick
Adotar almofadas no sofá é uma das medidas para deixar a sala de estar mais confortável, aconchegante e agradável

Adotar cores, texturas e materiais são importantes para deixar a sala confortável e agradável. “É preciso investir em um projeto luminotécnico. Ele atenderá as necessidades do ambiente, sem descaracterizá-lo e perder a elegância. A madeira é um elemento que confere muito aconchego e calor. Pode ser usada nas paredes e piso”, enfatiza Patrícia.   

As almofadas, por sua vez, além de aconchegantes, ajudam a dar um toque especial à decoração . É possível optar por diferentes modelos, mesclar tons e, assim, decorar a sala de estar de acordo com a sua personalidade e desejos sem deixar o conforto de lado.

    Leia tudo sobre: casa