Tamanho do texto

Mulher encontrou prédio em ruínas, na França, e resolveu apostar as suas fichas na restauração do espaço que serve para eventos e hospedagens

A britânica Erin Choa e seu marido Jean-Baptiste “investiram no escuro” quando resolveram comprar um castelo renascentista, na região Oeste da França. Na época, os dois viram em um anúncio que o prédio em ruínas foi abandonado durante a Revolução Francesa e não poderia sofrer modificações nas futuras reformas.

Leia também: Invista na decoração com plantas: saiba quais espécies fazem bem à saúde

Castelo encantou médica que deixou de trabalhar em hospitais para ficar de olho na obra do prédio histórico
Reprodução/Instagram
Castelo encantou médica que deixou de trabalhar em hospitais para ficar de olho na obra do prédio histórico


Ainda assim, Erin ficou encantada pelo espaço e resolveu comprar na mesma hora. A mulher, que atuava como médica em Londres, não tinha como continuar trabalhando na área sem pronunciar bem o francês. Por isso, teve a ideia de abandonar a carreira para investir tempo e dinheiro no castelo , que poderia servir como hospedagem mais para frente.

O casal não revela o valor que pagou no prédio, mas o "MySweet'Immo" estima que o investimento tenha sido cerca de R$ 2 milhões. Para fazer o esforço valer, inclusive, os dois  contam que planejaram a construção de seis salas no interior do prédio e se surpreenderam com peças encontradas antes de o processo de restauração iniciar.

Leia também: Decoração de interiores tem tudo para ficar mais ousada em 2019


Em sua página do Instagram, Erin mostra que achou chaves velhas e livros perdidos pela propriedade. Apaixonada por história , a mulher acredita que as peças representam um “tesouro” e diz que tem se esforçado para deixar o lugar mais bonito, ainda que precise respeitar as regras de reformas em prédios tombados.

Após encontrar uma foto do prédio em 1908, por exemplo, a médica resolveu pintar a ponte de branco para deixa-la como era originalmente. Antes, o casal havia pintado de verde, mas consertou o erro assim que percebeu.

Casal respeita leis de restauração para deixar castelo "nos trinques"

A intenção de Erin é deixar o castelo animado, com vários hóspedes curtindo o espaço bonito e cheio de histórias
Reprodução/Instagram
A intenção de Erin é deixar o castelo animado, com vários hóspedes curtindo o espaço bonito e cheio de histórias


Erin e Jean ainda estão fazendo alguns ajustes para deixar o local perfeito para receber turistas, mas já estão alugando o espaço para a realização de festas de casamento e aniversário. Nas imagens publicadas pela mulher, o casal faz questão de mostrar o jardim cheio de flores e muito bem cuidado. Além disso, os dois montaram uma linda mesa, que está chamando a atenção na internet, para refeições na área externa da propriedade.

Leia também: Festa inspirada em filmes da Disney ou se casar como a Cinderela?

O casal é bem instruído e diz conhecer as leis que envolvem prédios tombados. Em uma das pesquisas, inclusive, Erin e Jean descobriram que o castelo serviu de abrigo para 528 refugiados do Vietnã, na década de 70. Mas a intenção, agora, é contar apenas histórias alegres no local "encantado".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.